app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 0
Cidades

BAIRROS DA ÁREA NOBRE TÊM MAIOR TAXA DE MORTALIDADE POR COVID

Índice chega a 3,77 óbitos por mil habitantes, enquanto a média em Maceió é de 2,54

Por regina carvalho | Edição do dia 23/07/2021 - Matéria atualizada em 22/07/2021 às 22h31

Bairros da área nobre, na parte baixa da cidade, concentram taxa preocupante de mortalidade por Covid-19, maior até que a média registrada em Maceió. Sete localidades estão no 1º distrito sanitário, dentre elas Pajuçara, Ponta Verde, Jatiúca e Mangabeiras e registram 3,77 casos por mil habitantes, enquanto que a capital chega a 2,54/mil.

Os dados da Secretaria de Saúde de Maceió mostram ainda que os bairros Poço, Jaraguá e Ponta da Terra aparecem entre os com maior taxa de mortalidade, junto com a Ponta Verde, Pajuçara, Jatiúca e Mangabeiras.

Em relação à quantidade de mortes pelo novo coronavírus, os bairros de áreas nobres da parte baixa da capital – com 432 vítimas – aparecem atrás apenas do 7º distrito sanitário (DS), que registra 609. “Até a Semana Epidemiológica 28ª, Maceió apresentou 87.185 casos confirmados para Covid-19, sendo 2.608 óbitos de residentes”, informa trecho do boletim semanal da SMS.

Estão localizados no 7º DS, Cidade Universitária, Clima, Tabuleiro do Martins, Santos Dumont e Santa Lúcia. A taxa de incidência da doença – que evidencia onde a Covid-19 ocorre com mais intensidade – também é maior no 1º DS, cálculo feito por cem mil habitantes. Foram registrados nesses bairros mais de 13,5 mil casos. Na sequência está o 3º DS, com 9,8 mil, no caso o Jardim Petrópolis, Gruta, Pitanguinha, Farol, Ouro Preto, Canaã, Santo Amaro e Farol. Já a taxa de letalidade da Covid-19 em Maceió, segundo Distritos Sanitários, que indica em percentual a gravidade da doença, a situação é mais crítica nos 2º e 3º DS.

Com uma população de 114,5 mil habitantes, no 1º DS, há 15,5 mil casos confirmados.

Mais matérias
desta edição