app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 0
Cidades

ENEM É UM PROCESSO, E ALUNO NÃO PODE FOCAR SÓ NO DIA DA PROVA

Para psicóloga, o mais adequado é que essa preparação já ocorra desde o primeiro ano do Nível Médio

Por Mariane Rodrigues | Edição do dia 14/05/2022 - Matéria atualizada em 13/05/2022 às 23h36

Para a psicóloga Ana Paula de Vasconcelos Sarmento Moura, que atua em ambiente escolar, é importante que o estudante crie metas e organize os estudos antecipadamente. “É superimportante que a gente venha aprendendo a lidar com as nossas emoções, conhecendo como a gente responde. Mas, mais importante do que isso é a gente se programar para realizar os nossos projetos. Então tenho um projeto em minha vida, que é alcançar a minha profissão, eu preciso começar a fazer com que isso aconteça e isso não é do dia para a noite”. A preparação, orienta, inclui não deixar para estudar apenas no último ano do Ensino Médio. Segundo ela, o mais adequado é que essa preparação já ocorra desde a primeira série desse nível educacional, para que não haja acúmulo de conteúdos. “Trabalhar o psicológico te dá o suporte de entender que a ansiedade para o dia da prova é normal, mas a gente não pode focar só no dia da prova. A gente precisa entender que o Enem é um processo. Para muitos alunos, ele já começa no primeiro ano do Ensino Médio. Se eu me perco no primeiro ano, eu vou chegar com muito mais conteúdo para dar conta, não estarei preparado, não consigo e isso me deixa mais ansioso, então precisa de planejamento e organização”, orienta a psicóloga.

Ela afirma ainda que a ansiedade dificulta o bom desempenho. “A ansiedade acarreta na sensação do branco que todo mundo fala. Além disso, existe uma cobrança grande da sociedade, da família e do aluno. Entender que, ao se lançar em uma prova, se preparar, pode ter dois resultados. Vai ter um sim ou não. Vou me preparar para um sim, mas preciso me dedicar para isso”, expõe a psicóloga. Uma dica importante dada pela profissional é respeitar a qualidade do sono. “Eu preciso lembrar que vou estudar bastante, mas garantir as minhas noites de sono, porque ele é reparador, organiza todas as nossas funções e precisa ter essa pausa para que nosso cérebro se organize, para que na hora devida, eu consiga ter acesso aos meus conteúdos. Não ter uma boa noite de sono durante todo esse tempo, não só na semana da prova, pode fazer uma diferença muito grande para criar um foco”.

Mais matérias
desta edição