app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5717
Cidades

Aula do Crediamigo re�ne mais de 12 mil pessoas

Mais de 12 mil microempreendedores participaram, domingo, 14, da aula-oficina do Crediamigo, programa de crédito solidário do Banco do Nordeste, transmitida a partir de Maceió, através de sistema de videoconferência, para quatros Estados - Minas Gerais, R

Por | Edição do dia 16/04/2002 - Matéria atualizada em 16/04/2002 às 00h00

Mais de 12 mil microempreendedores participaram, domingo, 14, da aula-oficina do Crediamigo, programa de crédito solidário do Banco do Nordeste, transmitida a partir de Maceió, através de sistema de videoconferência, para quatros Estados - Minas Gerais, Rio Grande do Norte, Paraíba e Piauí. Realizada com recursos multimídia, a aula-oficina contou ainda com apresentação do grupo teatral Joana Gajuru, show com Eliezer Seton, depoimentos de clientes e feira de negócios. Os assessores de crédito do banco recepcionaram o público, entregaram cartilhas informativas e orientaram os microemprendedores interessados em participar do programa. Em Maceió, o evento reuniu, no Ginásio Presidente Fernando Collor de Mello, cerca de três mil pessoas que foram conhecer o Crediamigo, hoje um dos produtos de maior sucesso do Banco do Nor-deste, que se transformou em exemplo para o mundo. O presidente do Banco do Nordeste, Byron Queiroz, participou da aula-oficina, em Maceió, e destacou, na oportunidade, o crescimento do BN graças a programas como o Crediamigo. “Não instalamos nenhuma agência nova nos últimos anos, no entanto multiplicamos por mais de 30 vezes o número de clientes. Mudamos a forma de agir e hoje estamos mais perto da população, através de nossos agentes e das agências itinerantes”, enfatizou. Um bom exemplo da mobilidade do BN é o caso de Alagoas. No Estado existem apenas nove agências do banco, no entanto, a instituição tem hoje atuação em todos os municípios. No caso do Crediamigo, já são atendidos 85 municípios. A meta é atender este ano todas as cidades. Byron Queiroz destacou, ainda, que a capacitação dos microempreendedores é premissa indispensável para o sucesso de seus negócios. “O Banco do Nordeste busca atender as necessidades dos agentes produtivos que precisam de informação, suprida através da capacitação; de oportunidades, através do crédito; e de condições para prosperar e ter um futuro melhor”, declarou. A aula-oficina é uma inovação do Programa de Capacitação do BN, que vem desenvolvendo outras iniciativas regionais, a exemplo do Programa Rádio Nordeste, formatado na modalidade de educação a distância, e veiculado em emissoras de rádio de toda a área de atuação da empresa, sempre aos sábados e domingos, ao meio-dia. O superintendente do BN para Alagoas e Sergipe, Jair Araújo, aposta no fortalecimento do Crediamigo. A meta este ano é dobrar o número de recursos aplicados até agora (R$ 16 milhões) e de pessoas atendidas “O Crediamigo é um produto de sucesso absoluto. Tem um índice de inadimplência de apenas 1,5% e o que é melhor, hoje temos centenas e centenas de casos de sucesso, de pessoas que conseguiram melhorar seus negócios, crescer, até gerar novos empregos, graças ao apoio do Crediamigo”, destacou.

Mais matérias
desta edição