app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5715
Cidades

Populares se unem contra Aedes e limpam canal no Jacintinho

A comunidade do Pau D’arco, no Jacintinho, promoveu, ontem, um mutirão de limpeza do canal, cuja sujeira vai toda para o Riacho Salgadinho. O objetivo do mutirão é combater possíveis criadouros do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, bem como a

Por | Edição do dia 16/04/2002 - Matéria atualizada em 16/04/2002 às 00h00

A comunidade do Pau D’arco, no Jacintinho, promoveu, ontem, um mutirão de limpeza do canal, cuja sujeira vai toda para o Riacho Salgadinho. O objetivo do mutirão é combater possíveis criadouros do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, bem como a proliferação de ratos e escorpiões no local. A operação envolveu, além dos  moradores, alguns órgãos públicos,  como a Superintendência de Limpeza Urbana de Maceió (Slum), Instituto do Meio Ambiente (IMA),  5o Distrito Sanitário de Saúde, Conselho Gestor de Saúde do Posto Valdemiro Alencar, no Jacintinho, e a  Associação de Moradores do Pau  D’arco, além de educadores e  agentes de Saúde da Secretaria Municipal de Saúde. “Esse mutirão é um desafio da nossa comunidade, pois se os órgãos públicos não estivessem envolvidos no trabalho iríamos realizar a limpeza do mesmo jeito”, afirmou o morador Givanildo de Lima, do Conselho Gestor de Saúde. Ele explicou que o mutirão será desenvolvido durante toda esta semana, mas apenas com a participação dos moradores. “Os órgãos públicos só participaram no dia de ontem. A partir de hoje, o trabalho é por nossa conta, mas a Slum e a Limpel vão oferecer o material necessário para a coleta do lixo”, salientou. Os moradores denunciaram, ainda, que existe um minilixão da Cobel no local, onde há mais de 20 toneladas de lixo acumulado. “Eu limpo o terreno do meu sítio, mas não adianta nada, pois o lixão provoca a proliferação de mosquitos, ratos e escorpiões. Por isso, queremos que a prefeitura tome as providências com a finalidade de retirar esse minilixão daqui ”, finalizou o morador José Hélio dos Santos.

Mais matérias
desta edição