app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5710
Cidades

Tourinho destaca papel da imprensa em semin�rio

A palestra do presidente do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ), Fernando Tourinho, sobre a utilização da mídia como instrumento de interlocução, abriu, ontem, no Fórum de Maceió, localizado no Barro Duro, o Seminário “O Judiciário e a Imprensa”. O eve

Por | Edição do dia 19/04/2002 - Matéria atualizada em 19/04/2002 às 00h00

A palestra do presidente do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ), Fernando Tourinho, sobre a utilização da mídia como instrumento de interlocução, abriu, ontem, no Fórum de Maceió, localizado no Barro Duro, o Seminário “O Judiciário e a Imprensa”. O evento vai discutir, durante dois dias, o processo de interação entre os meios de comunicação e a Justiça, em Alagoas. O presidente do TJ afirmou que deve haver transparência no trabalho do Judiciário e isso ocorre justamente pela divulgação dos atos de juízes e desembargadores nos veículos de comunicação. “A Justiça reconhece o papel da imprensa, já que ela funciona como elo entre o Judiciário e a população”, frisou. Já o presidente da Associação Alagoana dos Magistrados (Almagis), Fernando Omena, ressaltou a importância do evento para a total interação entre a imprensa e o Judiciário alagoano, destacando que os meios de comunicação facilitam a Justiça na prestação de um melhor serviço para a sociedade. O seminário contou ainda com a presença do presidente da Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB), desembargador do Rio Grande do Sul Cláudio Marciel, que parabenizou a atitude da Justiça e imprensa alagoana. “Essa interação é fundamental para o bom entendimento entre as instituições”, enfatizou. Várias autoridades compareceram à primeira noite do seminário, entre elas o secretário de Comunicação do Estado, Joaldo Cavalcante, o desembargador Humberto Martins e o diretor jurídico da Organização Arnon de Mello (OAM), Djalma Mello, representando a empresa, que reiterou o respeito que a imprensa tem pelo Judiciário e por suas decisões, em quaisquer níveis. “Estamos sempre dispostos a auxiliar a Justiça, apresentando suas ações e manifestações por meio de nossas empresas de comunicação”, salientou Djalma Mello.

Mais matérias
desta edição