app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5714
Cidades

HEMOCENTROS DE AL REGISTRAM BAIXO ESTOQUE DE SANGUE

Nesta quarta-feira, apenas 191 bolsas de sangue ou 63,6% – das 300 necessárias - estavam disponíveis no Hemoal do Trapiche da Barra

Por Regina Carvalho | Edição do dia 10/11/2022 - Matéria atualizada em 10/11/2022 às 06h32

Com a proximidade das festas de fim de ano, cresce a preocupação com o baixo estoque de sangue nos hemocentros. Nesse período, normalmente, há redução do número de doações, situação agravada pela queda de doações com o avanço de doenças que deixam sequelas, como é o caso da Covid e da chikungunya. Parte das doações aos hemocentros era feita por alagoanos infectados pelo coronavírus ou tiveram complicações provocadas pelas arboviroses. Com isso, muitos deixaram de doar, causando queda da movimentação. Ontem (9), apenas 191 bolsas de sangue ou 63,6% – das 300 necessárias - estavam disponíveis no Hemoal do Trapiche da Barra. No caso do tipo O negativo tinham apenas cinco unidades. Ou seja, se aparecer uma grande demanda, faltará sangue. Segundo a assistente social Camila Cansanção, a demanda aumentou nos últimos anos com a entrega de hospitais em Alagoas. “Todas as classificações sanguíneas estão com baixo estoque, mas a situação mais crítica são as negativas. Atualmente atendemos toda a rede SUS e alguns hospitais particulares”, destaca a assistente social.

É preciso ser solidário e lembrar que amanhã qualquer um, a qualquer momento, pode precisar de sangue. “A pessoa não sabe quando vai precisar. Estamos preocupados com a chegada do fim do ano, quando as pessoas se preocupam em viajar, fazer compras, enfim, cuidar de outras coisas. Dessa forma, acaba reduzindo o número de doações”, acrescenta a assistente social do Hemoal.

Neste mês de novembro – quando se celebra o Dia Nacional do Doador Sangue – os hemocentros de Maceió (no Trapiche da Barra e na Serraria) estarão abertos nos feriados do dia 15 e 30 e de segunda sexta, das 7 às 18 horas e no sábado das 7h30 às 17 horas. De acordo com Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), os voluntários devem observar os pré-requisitos exigidos pelo Ministério da Saúde (MS), uma vez que é necessário ter peso igual ou superior a 50 quilos e idade entre 16 a 69 anos para efetuar a doação. No caso dos menores de 18 anos, é obrigatória a presença dos pais para que autorizem o procedimento.

Mais matérias
desta edição