app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5714
Cidades

Alagoas apresenta queda na cobertura de plano de saúde em outubro

Segundo a ANS, número de beneficiários com planos de saúde caiu para 381.795; em setembro eram 386.814

Por ANNA CLÁUDIA ALMEIDA | Edição do dia 07/12/2022 - Matéria atualizada em 07/12/2022 às 04h00

Os dados de beneficiários de planos de saúde referentes ao mês de outubro, disponibilizados pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), apontam que Alagoas apresentou uma queda na cobertura no mês de outubro deste ano, em comparação ao mês anterior,  setembro. 

Em outubro, o número de beneficiários com planos de saúde caiu para 381.795, o que representa uma taxa de cobertura de 12,0¨%. Em setembro, segundo a ANS, eram 386.814, com taxa de 12,2%. A variação no mês foi de 1,29%. 

Apesar da redução nos meses, a ANS faz um comparativo entre outubro deste ano com o mesmo período do ano anterior, o que aponta um crescimento na adesão aos Planos de Assistência Médica. Em 2021, eram 374.140, um percentual de 2,04%. 

Também houve crescimento quando se trata de planos exclusivamente odontológico. Em outubro de 2021 eram 285.296 beneficiários; neste ano, no mesmo período, são 314.070; um aumento de 10,08%

A Agência ainda divulgou o número de beneficiários por tipo de contratação em outubro. O plano Coletivo aparece no topo como 255.366 pessoas que aderiram, seguido do plano Empresarial, somando 189.185. Já Individual ou Familiar são 126.356 beneficiários. O Coletivo por adesão somam 66.181. 

No âmbito nacional, também em outubro, o setor totalizou 50.196.862 de usuários em planos de assistência médica. Já os planos exclusivamente odontológicos registraram 30.676.457 usuários, mantendo o amplo crescimento dos últimos meses, acima dos 30 milhões.

Nos planos médico-hospitalares, em um ano, houve crescimento de 1.640.850 beneficiários em relação a outubro de 2021. No comparativo de outubro de 2022 com setembro de 2022, o crescimento foi de 72.768 usuários. No caso dos planos exclusivamente odontológicos, somaram-se 2.173.365 beneficiários em um ano; e 181.093 na comparação de outubro de 2022 com setembro de 2022. 

Nos estados, no comparativo com outubro de 2021, o setor registrou evolução de beneficiários em planos de assistência médica em 25 unidades federativas, sendo São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro os que tiveram o maior ganho em números absolutos. 

Entre os odontológicos, 26 unidades federativas registraram crescimento no comparativo anual, sendo também que São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro, os estados com maior crescimento em números absolutos. 

Mais matérias
desta edição