app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5710
Cidades

Natal impulsiona serviços de decoração a domicílio em Maceió

Decoradores aproveitam a data para aumentar o faturamento; contratações para este serviço iniciaram em outubro

Por Tatianne Bandão | Edição do dia 17/12/2022 - Matéria atualizada em 17/12/2022 às 04h00

Antes mesmo do pontapé para as festividades natalinas, o interesse pelo Natal já estava presente nas casas das famílias alagoanas. Há alguns anos, a data impulsiona o mercado de decoração e as atividades de prestadores de serviço têm crescido com o passar do tempo. Este ano, para alguns decoradores, as demandas começaram a chegar ainda em outubro. Tudo para garantir um ambiente organizado e elegante para o período mais bonito do ano. 

A decoração em datas comemorativas não é uma novidade, porém, novos produtos têm chegado ao mercado e muitas pessoas, optado por contratar serviços terceirizados para a montagem da decoração natalina, seja em residências ou empreendimentos comerciais. Os clientes estão preferindo contratar profissionais qualificados e com disposição para passar horas da decoração. 

A empresária Eluziane Silva trabalha com decoração há sete anos. Até o momento, decorou em média de 65 a 70 árvores natalinas a domicílio. Alguns clientes já haviam reservado a data em outubro.  

“Aos 18 anos comecei a trabalhar em loja de decoração em Maceió e nesse período de Natal tinha muita demanda.Eu comecei a montar para os clientes nas lojas e muitos deles preferiam que fosse montada em domicílio. Comecei a ir à casa dos clientes e vi que dava muito certo”, disse. 

Não é só a beleza que atrai os clientes. Em tempos de correria, em que muitas pessoas da mesma família trabalham fora, também conta a praticidade de contratar um profissional capacitado para decorar um item tão importante. 

“Hoje, faço decoração para clientes e sempre tem indicação para famílias com crianças, que moram em apartamentos, casas grandes, condomínios de luxo. Pessoas com alto poder aquisitivo e aqueles que não tem. A maioria dos meus clientes são de classe média-alta, mas, com as redes sociais, meu trabalho alcançou outros patamares e atendo a um público diversificado”, conta. 

Os valores dos serviços variam conforme o tamanho da decoração. Segundo Eluziane, o preço vai de R$ 80 a R$ 470. A decoradora também faz serviço de consultoria. 

“O valor depende do tamanho da árvore e dos outros cômodos. O serviço pode ser empresarial ou residencial. Sou a responsável por montar, colocar os pisca-pisca e fazer os laços, assim como todos os outros enfeites. Falo com o cliente, faço consultoria, dou dicas de como comprar os enfeites, do melhor local para dispor a árvore”, explicou. 

O serviço tem crescido na cidade e agradado os clientes. O trabalho tem duração média de duas horas. “Muitas pessoas me procuram por causa da divulgação nas redes sociais. Demoro de 1 hora e meia a duas horas para concluir a de uma árvore”. 

“Eu me sinto imensamente grata quando finalizo uma decoração e meu cliente começa a me elogiar, quando me indicam para outras pessoas. Sempre faço meus trabalhos com muito amor e atenção para que aquele cliente permaneça comigo”. 

As decorações vão desde algo simples, na entrada de casa, guirlandas e detalhes maiores nas salas de estar, jantar, e até mesmo decoração de jardins e outros ambientes abertos. 

A funcionária pública Vanessa Costa contrata serviço de decoração para o Natal há três anos. “Sempre vi os famosos contratando esse tipo de serviço e decidi ir atrás. Amei o resultado e a praticidade. Eu compro os enfeites do jeito que gosto, mas a decoradora vem montar e fica perfeito. Amo o Natal e decorar minha casa é uma paixão, mas não conseguiria deixar tão perfeito. É um serviço que pago sem reclamar”. 

Os dois filhos dela de 7 e 10 anos amam participar do processo também. “Mesmo com a profissional meus filhos participam da montagem. Eles sempre colocam enfeites que eles criam todos os anos, pensamos nos temas de cada ano juntos. É um momento gostoso que amo viver ao lado deles”.

Mais matérias
desta edição