app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5718
Cidades

ESCULTURA DO CAVALO-MARINHO É RESGATADA NO MARCO DOS CORAIS

Escultura, que faz parte da história do antigo Iate Clube Alagoinhas, foi restaurada e está sendo reinstalada no local

Por TATIANNE BRANDÃO e ROGÉRIO COSTA* | Edição do dia 09/02/2023 - Matéria atualizada em 09/02/2023 às 10h00

A prefeitura de Maceió iniciou, nesta quarta-feira (8), a instalação do cavalo-marinho que há anos faz parte da estrutura do Iate Clube Alagoinhas, no bairro da Ponta Verde, em Maceió. O monumento é uma releitura da escultura que fazia a composição do Alagoinha, inaugurado em 1970, e que foi restaurada após sofrer avarias com o passar do tempo. Devido a crise da época, o Alagoinha fechou suas portas oficialmente no dia 31 de dezembro de 2005. Com isso, suas estruturas ficaram sem manutenção e começaram a desabar, provocando a intervenção do poder público, que passou a exigir a sua demolição. O governo do Estado tomou posse do imóvel em 2009 com a proposta de reativá-lo. O lugar deu espaço ao Marco dos Corais, que atrai diversos turistas e alagoanos para apreciarem a bela paisagem da capital. De acordo com a prefeitura de Maceió, o resgate do cavalo-marinho traz de volta lembranças e memórias para os alagoanos, além de prestar uma homenagem ao lugar, que é tão importante para a história da cidade.

A escultura tem 4,5 metros de altura e pesa uma tonelada. A escultura foi feita pela empresa “Artes Gregas” e a ornamentação, que receberá um revestimento em mosaico, ficará sob a responsabilidade da artista plástica Yara Pão.

A proposta da prefeitura é que o pedestal fique submerso quando a maré estiver cheia, e a escultura em destaque sobre o mar. A expectativa também estará na iluminação do monumento, para observação noturna da população.

Mais matérias
desta edição