app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5716
Cidades

COM USO DE MÁSCARA, HGE RETOMA VISITAS A PACIENTES INTERNADOS

Permissão da unidade ocorre após a redução do número de casos positivos de Covid-19 em Alagoas

Por RAYSSA CAVALCANTE e ANNA CLÁUDIA ALMEIDA | Edição do dia 09/02/2023 - Matéria atualizada em 09/02/2023 às 10h31

O Hospital Geral do Estado (HGE) retomou com as visitas a pacientes internados. A permissão ocorre após a redução do número de casos positivos de Covid-19 em Alagoas. O uso de máscara permanece obrigatório. Segundo informações da unidade de saúde, o horário de visitas sempre será entre 15h e 16h. Os encontros para internos nas unidades de AVC, de Terapia Intensiva (UTI 1) e no Centro de Tratamento de Queimados (CTQ) ocorrem nas segundas, quartas e sextas-feiras, às 15h. Por outro lado, nas terças, quintas e sábados, no mesmo horário, as visitas acontecem para pacientes da Área Verde, Pediatria e Unidade de Dor Torácica (UDT). Quem estiver na Área Amarela poderá receber os familiares às terças e quintas-feiras, 15h. A UTI 2 terá visitas às segundas, quartas e sextas-feiras, no horário das 16h. Os pacientes que estão internados na área Azul, onde não é permitido a presença de acompanhantes, a troca poderá ser efetuada das 7 às 11h e das 17 às 22h.

FLEXIBILIZAÇÃO

Na semana passada, a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) determinou, nesta quinta-feira (7), a flexibilização de visitas aos pacientes de todas as unidades de saúde de Alagoas, tanto da rede pública como privada. Também voltou a ser facultativo o uso de máscara em transportes coletivos, públicos ou privados, assim como táxis e viagens por aplicativos. No entanto, a orientação é para que, em espaços fechados e semiabertos, o uso de máscaras seja mantido por pessoas com fatores de risco para complicações do vírus, como idosos, gestantes, imunossuprimidos e pessoas com múltiplas comorbidades. "Já em qualquer ambiente voltado aos cuidados com a saúde dos indivíduos, como unidades, consultórios, estabelecimentos assistenciais de atendimento à saúde, públicos ou privados, ambulatorial ou internação (trabalhadores, pacientes/usuários, acompanhantes e visitantes) foi reiterada a necessidade do uso de máscaras", informou a Sesau. O órgão ainda recomenda que a população continue a realizar a higienização das mãos com água, sabão e álcool em gel a 70%."O GTC concluiu que a consequente desmobilização progressiva de leitos exclusivos para a doença, além de outros indicativos, demonstrou um controle afirmativo sobre a transmissão do coronavírus. Além disso, as últimas quatro semanas epidemiológicas projetaram uma tendência que aponta para a estabilização da Covid-19 e a diminuição da circulação do vírus em Alagoas", explicou a Sesau.

BOLETIM DA SESAU

O último Boletim Epidemiológico da Sesau aponta que, em 24 horas, 11 casos da covid-19 foram confirmados em Alagoas. Não há registro de óbitos da doença. Desde o início da pandemia, em 2020 até hoje, o estado contabilizou 337.130 casos confirmados. Atualmente ainda há 417 em investigação. As notificações totais chegaram a 920.538, sendo 582.991 descartados e 329.434 recuperados. O número de óbitos no estado é de 7.240. Entre os casos de Síndrome Gripal (SG), a maioria é do sexo feminino: 181.932 no total (58,5%); já entre o sexo masculino são 128.888 casos (41,5%). Quando à ocupação de leitos, dos 142 disponíveis, apenas 4 está com pacientes em tratamento da covid-19, o que representa 3%. E mais uma vez, as Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) estão sem ocupação. Todos os 27 leitos em Alagoas seguem vagos. O Estado tem três tipos de leitos para pacientes com confirmação ou suspeita da Covid-19: leitos clínicos, destinados a pacientes menos graves; leitos intermediários com respirador, em Unidades de Pronto Atendimento (UPA) para estabilização do paciente até que seja transferido a um hospital; e leitos de UTI, destinados a pacientes em situação grave.

Mais matérias
desta edição