app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5750
Cidades

Rei Momo assume reinado de Macei� sem passar por elei��o

DORGIVAL JUNIOR Em clima de carnaval, o Rei Momo de Maceió, Altanes Lobo de Medeiros, que assume o trono pelo segundo ano consecutivo, acerta os detalhes finais para mais um reinado munido de muita festa e alegria. Aos 42 anos e pesando 156 kg, o funci

Por | Edição do dia 25/01/2005 - Matéria atualizada em 25/01/2005 às 00h00

DORGIVAL JUNIOR Em clima de carnaval, o Rei Momo de Maceió, Altanes Lobo de Medeiros, que assume o trono pelo segundo ano consecutivo, acerta os detalhes finais para mais um reinado munido de muita festa e alegria. Aos 42 anos e pesando 156 kg, o funcionário público municipal, que trabalha no setor de patrimônio da Secretaria de Saúde, nascido em Maceió, promete muita alegria durante os cinco dias de festa na maratona de folia pelos bairros da cidade. “Onde houver festa carnavalesca, vou estar presente. É uma verdadeira maratona, onde perco vários quilos. O importante é ter muita disposição, frevo e samba no pé”, disse o Rei Momo, que receberá as chaves da cidade das mãos do prefeito Cícero Almeida na próxima quinta-feira, durante o Baile Municipal, no Clube Fênix Alagoana. Sem eleição Altanes Lobo esclareceu que, por falta de tempo para a comissão organizadora do carnaval de Maceió preparar a eleição para a escolha do novo Rei Momo, ele acabou sendo escolhido para continuar no posto este ano. “Como não houve eleição, acabei continuando como Rei Momo da cidade no carnaval deste ano. Ano passado, também entrei por acaso na festa. O Rei Momo escolhido adoeceu e não pôde participar do carnaval, por isso fui chamado para o lugar dele, e fiquei até hoje”, contou. Fantasia Faltando três dias para o Baile Municipal, Altanes Lobo aguarda a liberação de uma “ajuda financeira” para comprar o tecido e fazer a roupa. Em 2004, ele mesmo comprou o material da fantasia, que foi preparada por uma escola de samba. “Apesar do tempo curto, tudo ficará pronto dentro do prazo”, disse ele, lembrando que foi o “primeiro Rei Momo a cair na avenida para dançar com o povo”. “Os outros sempre ficavam nos palanques. Eu gosto da alegria do povo, de brincar com ele na avenida”, acrescentou Altanes. Ele ganhou mais oito quilos do carnaval do ano passado até hoje. “Ser o Rei Momo significa, para mim, pura alegria. Adoro a brincadeira desde quando era criança. Ficava encantado ao ver os reis momos durante o carnaval. O desgaste físico é grande, mas vale a pena”, disse ele, lembrando que pensou em não suportar a maratona de compromissos que tinha que cumprir, ano passado, quando assumiu pela primeira vez o reinado. “Fui até para cidades do interior, como Paripueira. A gente brinca e anda muito, principalmente à tarde e à noite. Tem dias que saio à tarde de casa e só chego no dia seguinte. Onde tiver festa, eu vou estar presente”, prometeu o funcionário público, que recebe o apoio da família para participar da festa. “Meus filhos e minha esposa sempre me acompanham na folia do carnaval. Todos gostam muito da animação e da alegria do carnaval”, ressaltou. Aula de frevo Para os foliões que estão meio despreparados para curtir a festa, o bloco carnavalesco Pinto da Madrugada e a Secretaria Executiva de Cultura se uniram para oferecer gratuitamente uma oficina de frevo. Com o nome: “Cadê os filhos do Moleque?” – numa referência ao inesquecível Moleque Namorador, as aulas começam hoje e prosseguem até o próximo dia 27, no horário das 10 às 12h, no Centro de Belas Artes de Alagoas (Cenarte), situado na Pedro Monteiro, Centro.

Mais matérias
desta edição