app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5758
Cidades

Justificativas n�o evitam cortes

A direção da Ceal revela que 70% dos usuários do sistema, que tiveram o fornecimento de energia cortado, estão procurando a estatal para negociar o pagamento do débito. Em Alagoas são 660 mil consumidores. “As equipes ficam na rua o dia inteiro. O import

Por | Edição do dia 25/01/2005 - Matéria atualizada em 25/01/2005 às 00h00

A direção da Ceal revela que 70% dos usuários do sistema, que tiveram o fornecimento de energia cortado, estão procurando a estatal para negociar o pagamento do débito. Em Alagoas são 660 mil consumidores. “As equipes ficam na rua o dia inteiro. O importante é combater a inadimplência. Só em Maceió são 17 equipes com eletricistas”, disse o coordenador de cortes da Ceal, Paulo Tenório. Ele diz que, para impedir o corte de energia, consumidores acabam contando histórias mirabolantes. “São os eletricistas que têm de conversar com os usuários e ouvir as desculpas para o não-pagamento das contas. Eles acabam ouvindo inúmeras histórias”, disse Paulo Tenório. Ele lembra que o usuário que tiver a energia cortada por falta de pagamento deve procurar a empresa e negociar o débito para que possa ser religado em até 48 horas. “Acabei me apertando com as contas e não tive como pagar as faturas de energia que se acumularam. Estou me organizando para pagar aos poucos o meu débito”, disse a dona de um restaurante popular no Centro da cidade, Cristina Silva, que recebeu ontem a visita dos técnicos da estatal que fazem parte da Operação Alicate de Verão. (DJ)

Mais matérias
desta edição