app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5752
Cidades

Policiais civis cobram da SDS adicional noturno

O Sindicato dos Policiais Civis (Sindipol) promoveu, ontem, mais um ato público em frente à Secretaria de Defesa Social, para cobrar o pagamento do adicional noturno dos policiais que fazem plantão, no horário de 22h às 8 horas, nas delegacias distrit

Por | Edição do dia 26/04/2002 - Matéria atualizada em 26/04/2002 às 00h00

O Sindicato dos Policiais Civis (Sindipol) promoveu, ontem, mais um ato público em frente à Secretaria de Defesa Social, para cobrar o pagamento do adicional noturno dos policiais que fazem plantão, no horário de 22h às 8 horas, nas delegacias distritais. Durante o ato público, o presidente do Sindipol, José Carlos Fernandes Neto, cobrou do secretário de Defesa Social, Antônio Arecippo, a prestação de contas dos recursos do Funerpol. Segundo Fernandes, o sindicato entrou há mais de dois anos na Justiça para que seja cumprido o pagamento do adicional noturno para todos os policiais, como determina a Constituição Federal. O presidente do Sindipol afirma que apenas alguns policiais estão recebendo esse direito, a exemplo das equipes que fazem parte da operação Oplite – policiamento na orla – os peritos do Instituto de Criminalística, o pessoal do Tigre e os seguranças do próprio secretário. “Enquanto isso, os policiais das delegacias continuam sem receber o adicional noturno”. A partir de agora, o Sindipol pretende ir às comunidades para que a população cobre da Secretaria de Defesa Social o funcionamento 24 horas de todas as delegacias. “O secretário vai garantir apenas o funcionamento de três delegacias na Capital com plantão 24 horas”. Os dirigentes do Sindpol voltaram a denunciar o desmonte de segurança do Estado, assegurando que as delegacias do Interior continuam sendo mantidas pelos prefeitos.

Mais matérias
desta edição