app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5750
Cidades

Tr�s homens rendem frentista e assaltam posto na Avenida Jati�ca

EDNELSON FEITOSA Três homens assaltaram o posto de combustíveis Verde Mar, da Texaco, localizado na Avenida Jatiúca, no bairro da Jatiúca, na madrugada de ontem. Eles renderam o frentista José Wanderley Feitosa Cardoso, por volta das 3h40, tomaram o dinh

Por | Edição do dia 02/02/2005 - Matéria atualizada em 02/02/2005 às 00h00

EDNELSON FEITOSA Três homens assaltaram o posto de combustíveis Verde Mar, da Texaco, localizado na Avenida Jatiúca, no bairro da Jatiúca, na madrugada de ontem. Eles renderam o frentista José Wanderley Feitosa Cardoso, por volta das 3h40, tomaram o dinheiro apurado, pegaram maços de cigarros e bebidas e fugiram a pé. No momento do assalto, o funcionário estava sozinho no posto. O chefe de Operações do 2º Distrito, Roberto Carneiro, criticou o fato de o frentista ser a única pessoa que passa a noite no local, dizendo acreditar que isso pode ter atraído a atenção dos marginais. No local, constatou o policial, não existe qualquer tipo de segurança. Carro de apoio José Wanderley declarou à polícia não ter visto nenhum veículo dando cobertura aos marginais. No entanto, segundo o policial Roberto, deve existir um carro de apoio às ações do grupo, pois os policiais da CIAPC 3, PM e Oplit não demoraram mais do que 10 minutos para chegar ao posto Verde Mar e realizar uma verdadeira varredura em ruas adjacentes. “Não daria tempo para a fuga se não estivessem de carro”, alertou Carneiro. Segundo o policial, os bandidos deixam o carro distante para evitar a identificação do automóvel. Após o roubo, eles correm, apanham o veículo e vão embora, tornando impossível a identificação. Segunda vez O gerente do posto Verde Mar, Humberto Amorim, declarou que é a segunda vez que bandidos assaltam o estabelecimento. Ele informou que o frentista fica sozinho no posto durante a noite porque o movimento é fraco. Como o faturamento é pequeno, não é possível colocar mais de uma pessoa do quadro de funcionários naquele horário. “Não compensa a gente colocar mais frentistas. Quando ocorre um assalto, o posto assume o prejuízo”, destacou ele. Humberto Amorim admitiu que a falta de clientes e os riscos de assalto podem inviabilizar o serviço 24 horas de muitos postos de combustíveis de Maceió. “A tendência do Verde Mar é fechar durante a noite e madrugada”, advertiu o gerente.

Mais matérias
desta edição