app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5758
Cidades

Escolas ainda esperam pelos equipamentos

Messias Bonfim, diretor da Escola Padre Cícero, de Maceió, lembra que preparou e adaptou salas de aula para receber os equipamentos e montar o laboratório de informática. Mas até agora, nada. “Não recebemos nenhum equipamento que nos prometeram. Na sala

Por | Edição do dia 03/02/2005 - Matéria atualizada em 03/02/2005 às 00h00

Messias Bonfim, diretor da Escola Padre Cícero, de Maceió, lembra que preparou e adaptou salas de aula para receber os equipamentos e montar o laboratório de informática. Mas até agora, nada. “Não recebemos nenhum equipamento que nos prometeram. Na sala que montamos, temos apenas um armário, que está sendo usado pela escola para guardar o material”, afirma o diretor. Faltam carteiras Na sala de arquivos, papéis estão amontoados em caixas. E o pior: essas mesmas salas vão receber os dois mil alunos e ainda aguardar a chegada de mais de 300 novas carteiras. “Fizemos o pedido no final de 2003, e no final do ano reforçamos nosso pedido. Mas não fomos atendidos. Sem as carteiras e os equipamentos, o início do ano letivo fica comprometido, se não formos atendidos nesse sentido”, afirmou Messias Bonfim. Outra escola, em Rio Largo, na Região Metropolitana de Maceió, nunca teve computadores e videocassete. “Como podemos levar adiante uma educação segura para nossos alunos se não temos sequer carteiras e muito menos laboratórios para inserir nossos jovens no mundo da informática?”, reclama a diretora Edna Maria.

Mais matérias
desta edição