app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5754
Cidades

Policiais aceitam proposta salarial do governo e cancelam greve no carnaval

DORGIVAL JUNIOR Os policiais civis decidiram aceitar o reajuste de piso salarial dado pelo governo do Estado, no valor de R$ 900, e suspender o indicativo de greve. A categoria, em assembléia ontem à tarde no Sindicato dos Urbanitários, ameaçava cruzar

Por | Edição do dia 04/02/2005 - Matéria atualizada em 04/02/2005 às 00h00

DORGIVAL JUNIOR Os policiais civis decidiram aceitar o reajuste de piso salarial dado pelo governo do Estado, no valor de R$ 900, e suspender o indicativo de greve. A categoria, em assembléia ontem à tarde no Sindicato dos Urbanitários, ameaçava cruzar os braços durante o carnaval. “Apesar de ser um piso menor que o aplicado em outros estados, onde ele chega a quase R$ 1.500, a categoria achou melhor aceitar a proposta do governo e não mais entrar em greve”, disse o presidente do Sindicato dos Policiais Civis de Alagoas, Carlos Jorge Rocha, lembrando que a categoria estava reivindicando, desde o ano passado, um piso estimado em R$ 1.334 mil. Os policiais decidiram na assembléia realizar hoje um ato público na sede da Secretaria de Defesa Social, no Farol, pedindo o pagamento de diárias aos policiais que trabalham na capital e que foram designados para reforçar a segurança nas delegacias do interior do Estado. “A secretaria não está querendo pagar as diárias a que nós temos direito por lei. O dinheiro está sendo repassado para os delegados que ficaram com a incumbência de pagar a alimentação dos policiais. Isso não pode acontecer. A secretaria está sendo contrária ao nosso estatuto”, disse o líder sindical, esclarecendo que o protesto terá início às 8h.

Mais matérias
desta edição