app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5655
Cidades As provas do Enem 2023 deste domingo terão horas de duração, encerrando-se às 18h30

ESTUDANTES ENFRENTAM MAIS 5 HORAS DE PROVA DO ENEM 2023

Exame terá questões de Ciências da Natureza e suas Tecnologias e de Matemática e suas Tecnologias

Por ANNA CLÁUDIA ALMEIDA | Edição do dia 11/11/2023 - Matéria atualizada em 11/11/2023 às 04h00

Um domingo decisivo para candidatos que serão submetidos ao segundo dia de provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2023. Após um ano de estudos, a maratona na busca por uma vaga numa universidade pública se encerra neste dia 12.

Ao todo, serão 45 questões de Ciências da Natureza e suas Tecnologias e 45 questões de Matemática e suas Tecnologias. A prova terá 5 horas de duração, encerrando-se às 18h30. Os portões de acesso às salas onde serão aplicados os exames serão abertos às 12h e fechados às 13 horas, pontualmente. A aplicação do Enem 2023 seguirá o horário de Brasília. As provas começam às 13h30.

Em Alagoas, dos 82.764 inscritos para o exame, mais de 24 mil não compareceram às provas de linguagens e ciências humanas, além da redação. Isso representa 30,1% de ausências no primeiro dia de provas, realizadas no último domingo, dia 05 de novembro. O índice de faltosos é maior que a média nacional, que atingiu 28,1%.

Segundo Ademir Oliveira, coordenador estadual do Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe), empresa responsável pelo Enem 2023, o primeiro dia no estado foi dentro da normalidade, sem ocorrências graves que prejudicassem ou paralisassem a aplicação do exame.

“Foram registradas duas ocorrências de falta de energia elétrica: em parte de São José da Tapera, deixando sem energia 2 escolas; e em uma escola de São Miguel dos Campos. Mas a Equatorial agiu rapidamente e conseguiu restabelecer o fornecimento. Não houve interrupção da aplicação”, disse Oliveira.

Sobre os faltosos no primeiro dia das provas, Ademir Oliveira explica que eles podem ser submetidos ao segundo dia de exame e solicitar reaplicação do primeiro dia, desde que tenha justificativa plausível como doença infectocontagiosa, por exemplo.

No estado, as provas são realizadas em 26 municípios e conta com o apoio da Segurança Pública de Alagoas, com 1.436 policiais militares que farão a segurança, sendo alocados dois policiais militares em cada escola. São 219 locais de prova e 2.719 salas de aplicação.

Segundo o coordenador-geral do plano de segurança, coronel Gerônimo Nascimento, o esquema foi mantido e a primeira fase transcorreu sem nenhum óbice. "Em razão disto ficou demonstrado que o planejamento atendeu as expectativas", reforçou o coronel.

Neste sábado (11), a partir das 07h, viaturas motorizadas darão suporte aos Correios em duas rotas que serão utilizadas para o transporte das provas para cinco centros de distribuição localizados no interior do Estado: Palmeira dos Índios, Santana do Ipanema, Delmiro Gouveia, Arapiraca e Penedo. "Já no domingo, no mesmo horário, iniciaremos a escolta das provas para o local de aplicação. Tudo planejado para que no domingo a tarde as provas sejam aplicadas sem atraso", acrescentou.

Além de todo conhecimento adquirido ao longo dos anos de estudo, os mais de 82 mil inscritos em Alagoas devem ficar atentos às revisões finais, além das importantes dicas de especialistas. Isso pode garantir que conquistem resultados satisfatório, chegando a tão sonhada vaga no Ensino Superior.

Jaguar Neto, professor de matemática de um cursinho de Maceió, aproveita para dar essas dicas e direcionar os candidatos sobre quais questões devem iniciar as provas, por exemplo. “O candidato deve começar com a mesma matéria que ele simulou anteriormente, ou seja, se ele tem o costume de iniciar as provas com matemática – nos simulados que fez – ele deve manter o mesmo padrão. Há alunos que preferem intercalar e isso vai de acordo com o que ele entende que será melhor no desenrolar das provas”, orienta Jaguar Neto.

O especialista recomenda ainda que os alunos devem visualizar as questões que julga tomar mais tempo e deixar que elas fiquem para o final.

Mais matérias
desta edição