app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5647
Cidades O valor do serviço de decoração natalina varia de acordo com o tamanho da árvore

MERCADO DE NATAL É AQUECIDO COM PAPAI NOEL E MONTAGENS DE ÁRVORES

Empresas de decoração prosperam nesta época, enquanto “bom velhinho” lucra em eventos particulares

Por TATIANNE BRANDÃO | Edição do dia 25/11/2023 - Matéria atualizada em 25/11/2023 às 04h00

Com a chegada da temporada natalina, um nicho de mercado se destaca, transformando o ambiente das residências e empresas em verdadeiros cenários mágicos.

Empreendedores encontram oportunidades nas montagens de árvores de Natal, proporcionando não apenas decorações exuberantes, mas também um toque especial para celebrar o espírito festivo. Além disso, a presença do “bom velhinho” nas festas familiares se tornou uma tradição para as famílias alagoanas.

Empresas especializadas na arte da decoração natalina estão em alta, oferecendo serviços personalizados para atender aos gostos variados de seus clientes. Desde árvores clássicas até temas mais contemporâneos, a criatividade flui nas mãos dos profissionais que transformam espaços com luzes cintilantes, enfeites encantadores e toda a magia que o Natal traz consigo.

Ananda Jordana é decoradora de árvores de Natal. Este ano, somente no mês de novembro, ela já montou cerca de 40 árvores e ainda segue com a agenda aberta até dezembro. O novo nicho de mercado que compõe a montagem terceirizada de árvores de Natal ganhou espaço entre as famílias por causa da praticidade.

“Nosso dia a dia é bem corrido, montamos três árvores diariamente, para não ficar muito cansativo, mas nossa demanda está alta. Esse ano, recebemos muitas reclamações dos clientes por causa da falta de opções nas lojas, e aí nós entramos para suprir essa necessidade do cliente, sempre na intenção de satisfazê-los”.

No caso da Jordana, todo o trabalho de montagem é realizado com os itens natalinos do cliente. O serviço varia de acordo com o tamanho da árvore. Por exemplo, nas árvores que medem até 1,80m, o valor da montagem sai por R$ 200. Nas árvores com 2,10m de altura, o custo é de R$ 250.

“Nossos clientes sempre amam e saem indicando para outras pessoas, pois o bom resultado é a chave do negócio para conquistar outras pessoas. E também postamos em nossas redes sociais, que são fundamentais na divulgação do nosso trabalho e faz com que mais pessoas tenham conhecimento do que fazemos, que ainda é um mercado novo para algumas pessoas”, afirma Jordana.

Dentre as tendências de mercado, segundo a profissional, estão os tradicionais vermelho e dourado, mas a junção do dourado e nude também está em alta.

O mercado se estende não apenas para residências, mas também para empresas que buscam criar ambientes acolhedores para seus colaboradores e clientes. A atmosfera natalina acaba se tornando uma estratégia eficaz de marketing durante a temporada festiva.

“Montamos cada árvore com a intenção de voltar novamente, trabalho com dedicação e em busca do melhor resultado”, ressalta.

Além das montagens de árvores, o carismático Papai Noel se tornou uma presença indispensável em eventos particulares. Seja em festas corporativas, confraternizações familiares ou celebrações comunitárias, a figura do “bom velhinho” agrega um toque de encanto e alegria.

O faturamento desses profissionais, que encarnam o espírito natalino em eventos, reflete não apenas o sucesso da temporada, mas também a busca por experiências memoráveis. Muitos deles, inclusive, dedicam os meses festivos exclusivamente para os eventos como Papai Noel.

Jailson Basil é um deles. Nos demais meses do ano, ele é um trabalhador comum, que exerce a função de motorista particular. Mas, desde 1999 ele trabalha interpretando o “bom velhinho”. Ele conta que tudo começou na época em que ficou desempregado. “Eu já tinha feito Papai Noel em uma escola para um amigo meu, depois vi um anúncio para ser o Papai Noel de um shopping e nele trabalhei por 18 anos, onde ainda hoje tenho registrado em carteira os dois primeiros anos de contrato”, conta.

Os eventos começam já no mês de outubro. Durante o período, ele faz entre 30 e 40 eventos, em festas familiares, empresas, escolas, visitas em geral, como confraternização, de prefeituras do interior, também a chegada de Papai Noel em shoppings.

Em dezembro, no entanto, é quando ocorre a maior procura. O custo de levar o Papai Noel em um evento é de R$ 500 a R$ 700, por uma ou até três horas de evento.

Mais matérias
desta edição