app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5756
Cidades

Reuni�o extraordin�ria vai analisar sistema prisional

O Conselho Estadual de Justiça e Segurança Pública realiza uma reunião extraordinária na próxima sexta-feira, na sala de Conselhos do Palácio Floriano Peixoto, para discutir a crise no sistema penitenciário de Alagoas. Lessa explicou que pretende apr

Por | Edição do dia 04/05/2002 - Matéria atualizada em 04/05/2002 às 00h00

O Conselho Estadual de Justiça e Segurança Pública realiza uma reunião extraordinária na próxima sexta-feira, na sala de Conselhos do Palácio Floriano Peixoto, para discutir a crise no sistema penitenciário de Alagoas. Lessa explicou que pretende apresentar ao conselho todas as informações sobre a situação do sistema penitenciário e até buscar sugestões dos conselheiros para resolver alguns problemas existentes hoje. O governador afirmou que o Estado está garantindo todo o aparato policial ao secretário de Justiça, Tutmés Airan, para reforçar a segurança dos presídios. Na manhã de ontem, um dos assuntos mais polêmicos foi a proposta de uma resolução para preservação de imagens de vítimas e pessoas envolvidas em delitos, quando expostas pela imprensa. O secretário de Justiça, Tutmés Airan, argumentou que não existe intenção de censurar o trabalho da imprensa com a resolução. O objetivo, segundo ele, é evitar excessos cometidos por comunicadores, em especial da área policial, que não respeita o direito de preservação da imagem de presos em delegacias. A representante do Sindicato dos Jornalistas no Conselho, Bleine Oliveira, reconheceu que há excessos na conduta de alguns profissionais na área de polícia. Mas ponderou que o Sindicato dos Jornalistas não poderia ser favorável a uma resolução que imponha qualquer tipo de censura ao trabalho de imprensa. “Acredito que assim como a Polícia Federal, que impõe normas para o acesso aos presos, caberia à Secretaria de Defesa Social definir também regras neste sentido. Mas não cabe ao Sindicato estabelecer censura ao trabalho da imprensa”, afirmou a jornalista.

Mais matérias
desta edição