app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5716
Cidades

Greve pode paralisar Justi�a Federal em AL

Servidores do Poder Judiciário Federal em Alagoas podem aderir hoje à greve nacional da categoria, iniciada ontem em 10 Estados. Eles reivindicam a atualização do Plano de Cargos e Salários, cujo projeto de lei estava para ser votado pelo Congresso, mas f

Por | Edição do dia 07/05/2002 - Matéria atualizada em 07/05/2002 às 00h00

Servidores do Poder Judiciário Federal em Alagoas podem aderir hoje à greve nacional da categoria, iniciada ontem em 10 Estados. Eles reivindicam a atualização do Plano de Cargos e Salários, cujo projeto de lei estava para ser votado pelo Congresso, mas foi retirado de pauta a pedido do governo Fernando Henrique. A categoria ficou de realizar uma assembléia ontem à noite. Caso os 1.200 serventuários decidam pela paralisação, as audiências ficam suspensas, prejudicando a tramitação dos processos na Justiça Federal. Além da Justiça e Ministério Público Federal, havia paralisação no Tribunal Regional do Trabalho (TRT) e Tribunal Regional Eleitoral (TRE). Segundo o diretor-jurídico do sindicato da categoria, Paulo Falcão, só seriam mantidos os serviços essenciais para julgar pedidos de habeas-corpus. “Existe uma tendência de paralisação por parte dos servidores, que lutam pela atualização do PCS”, disse. Com o benefício, haveria um ganho salarial da ordem de 50%, além da unificação de “rubricas”, garantindo vantagens para o servidor na aposentadoria. Após a paralisação realizada no início do mês passado, a categoria parte para uma greve nacional por tempo indeterminado. “Esperamos reforçar o movimento para que o governo federal decida implantar o nosso Plano de Cargos e Salários, que estava para ser votado em caráter de urgência urgentíssima, mas a bancada governista retirou o projeto de pauta”, concluiu Paulo Falcão.

Mais matérias
desta edição