app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5712
Cidades

Sobe n�mero de casos de abuso sexual

Um relatório da Associação Brasileira Multiprofissional de Proteção à Infância e Adolescência revelou que o número de casos de abuso sexual contra menores registrado no primeiro trimestre desse ano aumentou em 145%. O estudo mostrou, ainda, que 80% dos cr

Por | Edição do dia 07/05/2002 - Matéria atualizada em 07/05/2002 às 00h00

Um relatório da Associação Brasileira Multiprofissional de Proteção à Infância e Adolescência revelou que o número de casos de abuso sexual contra menores registrado no primeiro trimestre desse ano aumentou em 145%. O estudo mostrou, ainda, que 80% dos crimes são cometidos por pessoas que convivem com a vítima. Os dados foram analisados, ontem, por representantes de várias entidades civis do Estado, que lidam com o problema da violência contra o menor. A pesquisa apontou, também, que os pais e padrastos são os campeões no ranking dos que cometem agressões sexuais contra menores. O relatório revelou que 79% dos casos de abuso sexual acontecem dentro da casa da própria vítima. Segundo a coordenadora do Núcleo Temático da Infância e Adolescência da Universidade Federal de Alagoas (Ufal), Cláudia Malta, os dados nacionais são compatíveis com os registrados em Alagoas. “Os números seriam ampliados caso as vítimas denunciassem os agressores ao Conselho Tutelar”, ressaltou. Já o representante do Conselho Tutelar, Leonardo Araújo, afirmou que 12% dos registros do órgão são de abusos sexuais contra menores. “Estamos com 15 conselheiros atuando na capital e vamos realizar mutirões na periferia, onde é grande o número de agressões sexuais contra crianças”, assegurou. Participaram, ainda, do debate promovido pela RÁDIO GAZETA AM o advogado Jorge Irineu, representando o Conselho de Direitos Humanos da Ordem dos Advogados do Brasil, seccional Alagoas; o padre Manuel Henrique; o pastor Saulo e a psicóloga Cláudia Simões.

Mais matérias
desta edição