app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5716
Cidades

Juiz admite abrir concurso no TRT

O Tribunal Regional do Trabalho da 19ª Região (TRT/Alagoas) pode realizar concurso público para contratar novos servidores. O órgão tem carência de pessoal, admite o juiz Severino Rodrigues dos Santos, eleito, ontem, para presidir o TRT a partir de 1º d

Por | Edição do dia 08/05/2002 - Matéria atualizada em 08/05/2002 às 00h00

O Tribunal Regional do Trabalho da 19ª Região (TRT/Alagoas) pode realizar concurso público para contratar novos servidores. O órgão tem carência de pessoal, admite o juiz Severino Rodrigues dos Santos, eleito, ontem, para presidir o TRT a partir de 1º de julho. Pernambucano de Recife, o juiz está em Alagoas desde 1976, quando assumiu a função de diretor de Secretaria da Junta de Conciliação e Julgamento (JCJ) de Penedo. Advogado, ele atuou também em São Miguel dos Campos e em Maceió. O novo presidente do TRT/AL foi eleito para o biênio 2002/2004, substituindo a juíza Helena e Melo. “Vamos dar continuidade ao trabalho desenvolvido pela presidente, cuja administração é muito bem conduzida”, disse o juiz Severino Rodrigues. Na avaliação dele, a atual administração conduz com perfeição as atividades meio do Tribunal Regional do Trabalho. Por isso, o novo presidente quer voltar sua atenção para as atividades fins, ou seja, Severino Rodrigues quer dar mais atenção às Juntas de Conciliação e Julgamento, fazendo com que os processos encaminhados aquele órgão tenham mais agilidades. “Vamos garantir mais eficiência, acelerando a execução dos processos”, afirmou o juiz. Falta pessoal Uma das formas de assegurar agilidade ao desempenho do TRT/Alagoas, afirma o novo presidente do órgão de justiça trabalhista, é aumentando o número de servidores. “Falta funcionário”, declara ele, admitindo que, após o processo eleitoral deste ano, é provável que o TRT abra inscrição para um concurso público. Segundo o juiz Severino Rodrigues, há vagas nas Juntas de Conciliação e Julgamento, e o problema deve ser resolvido durante sua gestão. Ele vai administrar o TRT/Alagoas tendo como vice-presidente o juiz Pedro Inácio.

Mais matérias
desta edição