app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5712
Cidades

Servidor da Funasa amea�a greve de fome contra extin��o do �rg�o

O funcionário da Fundação Nacional de Saúde (Funasa), Leopoldo Lira, acusa o presidente nacional do órgão, Mauro Ricardo Machado Costa, de perseguir a categoria. Ele é contra a Medida Provisória que extingue o órgão e propõe a criação de um novo, denomina

Por | Edição do dia 11/05/2002 - Matéria atualizada em 11/05/2002 às 00h00

O funcionário da Fundação Nacional de Saúde (Funasa), Leopoldo Lira, acusa o presidente nacional do órgão, Mauro Ricardo Machado Costa, de perseguir a categoria. Ele é contra a Medida Provisória que extingue o órgão e propõe a criação de um novo, denominado Agência Federal de Prevenção e Controle de Doenças (Apec), em prejuízo dos direitos conquistados pelos servidores e programas de saúde desenvolvidos pela fundação. Leopoldo Lira virou notícia, há um ano, ao acorrentar-se na sede da Funasa e fazer greve de fome por 44 horas, tomando apenas água, em forma de protesto para chamar a atenção das autoridades para a perseguição que ele afirmava sofrer. Ele promete repetir o feito em Brasília, para onde está indo, de carona, na próxima terça-feira. “Esta será minha 11a viagem feita de carona com o objetivo de defender os direitos  trabalhistas que a categoria  conquistou. Minha iniciativa  conta com o apoio da maioria dos servidores, da CUT e da direção dos servidores”, enfatizou. Ele pretende negociar pessoalmente com o ministro da Saúde e com o presidente da Câmara Federal questões como a intenção do governo em acabar com a Funasa e a defasagem salarial da categoria que já dura sete anos. “Estou pronto para fazer nova greve de fome, caso eles não me recebam. Venho me preparando para isto há muito tempo”, garantiu Leopoldo. Segundo o servidor, os funcionários receberam este mês uma carta da direção do órgão, que tranqüiliza os servidores quanto a possíveis demissões ou perda de benefícios. “Isso é uma verdadeira mentira! Porque o projeto de lei que propõe a criação da Apec diz que o órgão terá apenas 3.000 servidores e só em Alagoas a Funasa tem 2.300”, advertiu ele.

Mais matérias
desta edição