app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5715
Cidades

Judici�rio federal deflagra greve quarta-feira

Servidores do Poder Judiciário Federal e do Ministério Público do Trabalho em Alagoas decidiram deflagrar greve por tempo indeterminado, a partir da próxima quarta-feira, 15, em protesto contra a não revisão dos Planos de Cargos e Salários (PCS) das categ

Por | Edição do dia 11/05/2002 - Matéria atualizada em 11/05/2002 às 00h00

Servidores do Poder Judiciário Federal e do Ministério Público do Trabalho em Alagoas decidiram deflagrar greve por tempo indeterminado, a partir da próxima quarta-feira, 15, em protesto contra a não revisão dos Planos de Cargos e Salários (PCS) das categorias. A decisão foi tomada, ontem, em assembléia-geral, no auditório-sede do TRT, com a participação do Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário Federal (Sindjus), além de servidores da Justiça Federal, Justiça Eleitoral e do Trabalho. Conforme informou o coordenador-geral do sindicato, José Moraes Júnior, na próxima segunda-feira, na sede do Sindjus, serão definidos datas e locais de manifestações. “Dependendo da posição do governo, poderemos realizar ou não um grande ato público na cidade”, acrescentou. A paralisação, em nível nacional, segundo o coordenador, já tem adesão de cerca de 16 Estados do País, entre eles, São Paulo, Rio Janeiro, Rio Grande do Sul, além do Distrito Federal. José Carlos garantiu que a paralisação não vai impedir o funcionamento dos serviços essenciais nos órgãos federais. Na Justiça do Trabalho, por exemplo, segundo ele, serão mantidos serviços como pagamento de ações judiciais, enquanto na Justiça Federal, a população terá acesso a serviços como expedição de habeas-corpus e mandado de segurança. Já na Justiça Eleitoral, afirma, entre os serviços essenciais, está o de inscrição de candidaturas.

Mais matérias
desta edição