app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5730
Cidades

Institui��es recebem 7t de alimentos

| MARCOS RODRIGUES Repórter A mistura de arte com solidariedade tem produzido resultados supreendentes na capital alagoana. O responsável por isso é o projeto Teatro Solidário, que em sua 9ª edição conseguiu arrecadar 7 toneladas de alimentos. Em cinco

Por | Edição do dia 17/12/2005 - Matéria atualizada em 17/12/2005 às 00h00

| MARCOS RODRIGUES Repórter A mistura de arte com solidariedade tem produzido resultados supreendentes na capital alagoana. O responsável por isso é o projeto Teatro Solidário, que em sua 9ª edição conseguiu arrecadar 7 toneladas de alimentos. Em cinco semanas de apresentação foram exibidas seis peças infantis e uma para adultos. A distribuição dos donativos vai beneficiar a Casa São Lázaro, o Lar São Domingos e a Casa Dom Bosco. Este ano, além destas entidades, os alimentos também serão encaminhados para a tribo xucuru-cariri, em Palmeira dos ìndios. “Nós fomos procurados por representantes da aldeia. Numa visita constatamos que a situação realmente é muito difícil. Os índios vivem, exclusivamente, da agricultura. Quando não produzem, como agora, passam necessidades”, revela o idealizador do projeto, Cristiano Marinho. Credibilidade A credibilidade conquistada pelos organizadores do projeto já resultou na realização de campanha semelhante em Salvador e Fortaleza. Além disso, vários artistas conhecidos nacionalmente já associaram sua imagem à proposta. “É muito importante porque estamos formando público de teatro, além de promovermos uma ação social. Vale lembrar que foi por meio deste projeto que conseguimos gravar o primeiro CD de música com artistas alagoanos”, destaca Cristiano. No próximo ano, o projeto completa dez anos de muita arte e solidariedade. Este ano, por causa de algumas dificuldades, ele ficou ameaçado. Entretanto, em 2006 o trabalho será intensificado. É que agora o projeto foi reconhecido pelo Ministério da Cultura, o que poderá atrair mais empresas parceiras.

Mais matérias
desta edição