app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5715
Cidades

Sa�de denuncia homem que promete cura da Aids

O secretário de Estado da Saúde, Álvaro Machado, entrou com uma queixa-crime, na Procuradoria Geral de Justiça, contra Antônio Ferreira da Silva, que vem aconselhando, de forma persuasiva, pacientes com Aids a abandonarem o tratamento com os medicamentos

Por | Edição do dia 15/05/2002 - Matéria atualizada em 15/05/2002 às 00h00

O secretário de Estado da Saúde, Álvaro Machado, entrou com uma queixa-crime, na Procuradoria Geral de Justiça, contra Antônio Ferreira da Silva, que vem aconselhando, de forma persuasiva, pacientes com Aids a abandonarem o tratamento com os medicamentos antiretrovirais. O trabalho de convencimento vem ocorrendo no município de Arapiraca e circunvizinhos, através da utilização da figura do Padre Cícero. A falta desses medicamentos, conhecido como coquetel anti-HIV, pode levar o paciente à morte de forma rápida, com a evolução da doença. Segundo denúncias feitas por parentes de pacientes e repassadas por técnicos do Centro de Triagem e Aconselhamento, de Arapiraca, Antônio vem agindo sob a argumentação de que quem cura é o Padre Cícero e não os medicamentos, que compõem o coquetel anti-HIV. Ação pública “Trata-se de um crime de  ação pública, competindo ao  Ministério Público apurar o fato  denunciado”, disse o secretário  Álvaro Machado, Antônio Ferreira da Silva usa o E-mail:  [email protected]. Para o representante da Coordenadoria Estadual de DST/Aids, Fátima Rodrigues, essa campanha pessoal atrapalha a adesão dos pacientes ao tratamento e a qualidade de vida dessas pessoas. “Enquanto profissionais de saúde e cidadãos, temos que nos unir para impedir essa irresponsabilidade contra a saúde pública”, disse. Mais de 300 pacientes tomam os antiretrovirais e recebem apoio psicológico, aconselhamento e acolhimento, tornando o tratamento mais eficaz.

Mais matérias
desta edição