app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5728
Cidades

Falta de placas leva motorista a infra��o

| FÁBIA ASSUMPÇÃO Repórter A falta de placas indicativas em algumas ruas de Maceió tem confundido os motoristas, que acabam cometendo infrações sem querer. Nos bairros de Ponta Verde e Jatiúca, onde já está implantado o sistema de quadras e cada rua tem

Por | Edição do dia 07/01/2006 - Matéria atualizada em 07/01/2006 às 00h00

| FÁBIA ASSUMPÇÃO Repórter A falta de placas indicativas em algumas ruas de Maceió tem confundido os motoristas, que acabam cometendo infrações sem querer. Nos bairros de Ponta Verde e Jatiúca, onde já está implantado o sistema de quadras e cada rua tem um sentido único, a situação é comum. Na manhã de ontem, em menos de 15 minutos, a reportagem da Gazeta flagrou pelo menos cinco motoristas entrando pela contramão na Rua Carlos Lacerda, em Jatiúca. A rua faz cruzamento com a Avenida Álvaro Calheiros, que recebe um grande fluxo de veículos que vêm da praia em direção à Avenida Leste/Oeste. Na área só há uma placa indicando que é permitida a conversão à direita para entrar na Álvaro Calheiros. Nas transversais da Carlos Lacerda, o problema se repete. Não há placas que indiquem as ruas onde não é possível fazer a conversão. A alegação dos motoristas que cometem o erro é de que não há como saber qual o sentido de tráfego no local, por falta de placas sinalizadoras. Na Avenida da Paz, por exemplo, no centro de Maceió, não há nenhuma placa indicativa de proibido entrar à direita no cruzamento com a Rua Barão de Anadia (ao lado da Lojas Americanas). Há apenas uma sinalização horizontal, com uma seta indicando o sentido, mas que é difícil de ser visualizada pelo motorista por estar praticamente apagada. O assessor especial de Trânsito da Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT), José Moura do Amaral, afirmou que todas as ruas dos bairros de Ponta Verde e Jatiúca, foram sinalizadas com o sentido de tráfego, mas que muitas placas foram retiradas. Moura pediu a colaboração da população para que informe à SMTT, pelo 0800 284 4158 as ruas onde há problemas de sinalização. “Os problemas que existem não ocorrem por omissão da SMTT, muitas vezes não temos conhecimento da situação”.

Mais matérias
desta edição