app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5735
Cidades

Jovens no tr�nsito amea�am banhistas

| FERNANDO VINÍCIUS Repórter Maragogi - Proprietários de quadriciclos e minibuggys não estão respeitando a proibição de alugar veículos somente no trecho determinado pela Prefeitura de Maragogi. Crianças e adolescentes continuam se divertindo em carros

Por | Edição do dia 11/01/2006 - Matéria atualizada em 11/01/2006 às 00h00

| FERNANDO VINÍCIUS Repórter Maragogi - Proprietários de quadriciclos e minibuggys não estão respeitando a proibição de alugar veículos somente no trecho determinado pela Prefeitura de Maragogi. Crianças e adolescentes continuam se divertindo em carros do tipo “fapinha” ou motos com quatro pneus nas praias mais freqüentadas do centro da cidade, quando deveriam transitar apenas a partir do local que fica em frente à pousada Águas de Fuego, seguindo no sentido Sul, onde a presença de pessoas é reduzida. Apesar da permissão legal para guiar veículos desses modelos, o trânsito nas praias coloca em risco a integridade física de banhistas e condutores. A falta de habilidade para dirigir um quadriciclo provocou a queda de duas crianças no último domingo em Maragogi. A Gazeta conseguiu registrar o momento em que o condutor e o carona caem e rolam na areia da praia enquanto a moto segue em direção ao mar. Um adolescente que acompanhava a pé o passeio das crianças correu para segurar o veículo, evitando sua entrada no mar. Sem revelar seu nome à reportagem, o proprietário do quadriciclo reconhece que tem conhecimento da proibição, mas diz que continua atuando em frente aos bares e restaurantes da orla “porque é onde tem mais turistas”. Ele disse que o aluguel por dez minutos “de passeio” custa R$ 10, mesmo valor cobrado num “fapinha”. Além da locação do quadriciclo, ele também vende coco na praia. ALERTA Menores de 18 anos dirigindo em Maragogi é um problema que ocorre com mais freqüência com a chegada da alta estação, mas que não é restrito aos turistas. Ofício encaminhado pelos conselhos Tutelar e Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente à Justiça e às polícias Civil e Militar em novembro do ano passado pedia providências a respeito do problema detectado nas ruas da cidade. Adolescentes estavam circulando em motos sem usar sequer o capacete e também guiando carros de passeio, supostamente com a permissão dos pais ou responsáveis. Providências Segundo a presidente do Conselho Tutelar, irmã Aparecida, o juiz da comarca de Maragogi, André Gêda, respondeu o ofício e determinou o cumprimento da lei que proíbe menores de guiar veículos. Já a Polícia Militar em Maragogi não se pronunciou oficialmente sobre o assunto, apesar de os policiais que estavam de plantão ontem no PM Box instalado na orla da cidade admitirem que foram orientados por superiores a agir, inclusive com relação ao tráfego de veículos na praia e de bicicletas no calçadão.

Mais matérias
desta edição