app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5710
Cidades

Auditores da Receita contra reedi��o de MP

Os auditores, técnicos e pessoal administrativo da Receita Federal voltaram a paralisar suas atividades ontem, para pressionar o Congresso Nacional a aprovar a transformação da Medida Provisória 2175-29 - que estabelece a reestruturação dos quadros da Rec

Por | Edição do dia 22/05/2002 - Matéria atualizada em 22/05/2002 às 00h00

Os auditores, técnicos e pessoal administrativo da Receita Federal voltaram a paralisar suas atividades ontem, para pressionar o Congresso Nacional a aprovar a transformação da Medida Provisória 2175-29 - que estabelece a reestruturação dos quadros da Receita Federal, Ministério do Trabalho e Instituto Nacional de Seguro Social (INSS) – em lei. Dessa vez, a paralisação vai durar até a próxima quinta-feira, prazo final dado pelos auditores da Receita para que o Congresso aprove a transformação da MP em lei. “Se até quinta-feira, o Congresso não aprovar esse projeto, poderemos entrar em greve por tempo indeterminado a partir da sexta-feira”, informou o representante da Associação dos Administrativos da Receita Federal (Ansarf), Sebastião Cavalcante. Segundo ele, cerca de 60% do pessoal administrativo da Receita aderiu a paralisação. Hoje será realizado um ato público, a partir das 9 horas, em frente à Delegacia da Receita Federal, que deverá ter a participação de auditores e pessoal administrativo do Ministério do Trabalho, além dos médicos peritos do INSS. A reestruturação de cargos prevista na MP 2175 também envolve todas essas categorias. “Essa Medida Provisória já foi reeditada 29 vezes”, explicou o representante da Ansarf. “Oitenta por centro dos parlamentares estão dispostos a aprovar o relatório do deputado federal Roberto Pessoa, para transformação da Medida Provisória em lei. Só que os líderes do governo vêm obstruindo a votação do projeto”.

Mais matérias
desta edição