app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 0
Cidades

Jangadeiros organizam visita �s piscinas de Ipioca

Anamaria Santiago Repórter Águas rasas, calmas e mornas. Piscinas naturais a menos de oitocentos metros da praia. Esse é o cenário do mar de Ipioca, bairro localizado a 25 quilômetros do Centro de Maceió. As características são perfeitas para agrada

Por | Edição do dia 15/10/2006 - Matéria atualizada em 15/10/2006 às 00h00

Anamaria Santiago Repórter Águas rasas, calmas e mornas. Piscinas naturais a menos de oitocentos metros da praia. Esse é o cenário do mar de Ipioca, bairro localizado a 25 quilômetros do Centro de Maceió. As características são perfeitas para agradar turistas de todos os lugares do País e do mundo. Mas, atualmente, as piscinas naturais de Ipioca são utilizadas apenas por moradores locais e visitantes, que alugam diversos tipos de embarcações para chegar até elas. No entanto, a partir de 1° de novembro deste ano, o local será mais uma opção de lazer organizado para o turismo de Alagoas. O Projeto Polvo, desenvolvido pela recém-criada Cooperativa Regional de Turismo Marechal Deodoro (Copemar), tem como objetivo realizar passeios às piscinas naturais e atrair turistas para uma região pouco explorada pelo setor. ### Ibama e IMA orientam projeto turístico O início da elaboração do Projeto Polvo pela Cooperativa Regional de Turismo Marechal Deodoro (Copemar) trouxe preocupações para seus idealizadores e para os órgãos de proteção ambiental. Visando explorar as piscinas naturais de forma sustentável, sem agredir as frágeis formações de corais, a Copemar solitou do Instituto do Meio Ambiente (IMA) autorização e orientações para desenvolver a iniciativa. ///

Mais matérias
desta edição