app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 0
Cidades

Rodovia repleta de buracos atrasa vida no Sert�o alagoano

MAIKEL MARQUES Repórter Palmeira dos Índios - O festival de crateras no trecho entre Palmeira dos Índios e o povoado Carié, em Canapi, fazem da BR-316 a pior rodovia federal de Alagoas. Como não foi incluída na operação tapa-buracos, deflagrad

Por | Edição do dia 15/10/2006 - Matéria atualizada em 15/10/2006 às 00h00

MAIKEL MARQUES Repórter Palmeira dos Índios - O festival de crateras no trecho entre Palmeira dos Índios e o povoado Carié, em Canapi, fazem da BR-316 a pior rodovia federal de Alagoas. Como não foi incluída na operação tapa-buracos, deflagrada pelo governo federal em janeiro deste ano, a velha rodovia irrita condutores e é terreno fértil para quadrilhas que atacam veículos em velocidade reduzida. A falta de conservação também impõe atraso econômico aos diversos municípios, cuja população depende da rodovia para se deslocar, escoar ou receber produtos manufaturados. Motoristas do transporte alternativo garantem: só trafega pela BR-316, neste trecho esburacado, quem não tem outra opção. ### Crateras viram ganha-pão de famílias Santana do Ipanema - A BR-316 produz cena deprimente: crianças e adolescentes manuseiam pás e enxadas para jogar barro nas milhares de crateras. De moeda em moeda, faturam até R$ 15 reais durante 12 horas de estafante jornada de trabalho. Eles tapam crateras que provocam prejuízos ao bolso de proprietários de veículos, utilizados no transporte de passageiros. Em alguns dos trechos, motoristas e tapadores de buracos se encontram. ### Asfalto esburacado termina em Canapi Canapi – A rodovia BR-316 começa em Satuba e termina, literalmente, no povoado Carié, município de Canapi. É lá que o asfalto acaba e rodovia continua sendo de barro, três décadas depois de sua inauguração. No pequeno vilarejo, tudo parece ter parado no tempo: telefone celular não funciona, a borracharia é negócio lucrativo e o modesto comércio amarga prejuízos constantes. Do povoado Carié ao Centro de Canapi, são 14 quilômetros de estrada de chão batido. ### Operação tapa-buracos começa este mês Arapiraca – O Departamento Nacional de Infra-estrutura de Transportes (DNIT) deflagrou, em janeiro deste ano, operação tapa-buraco do Programa de Emergência de Trafegabilidade e Segurança de Rodovias (PETSE) em todas as rodovias federais de Alagoas, mas ignorou a esburacada BR-316, que só recebe 600 veículos por dia, o menor volume de tráfego das rodovias federais de Alagoas. Havia licitação aberta em janeiro, mas uma das empreiteiras interessadas na obra de conservação acabou sendo excluída do processo. ///

Mais matérias
desta edição