app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 0
Cidades

Projeto garante degusta��o de ostras

| SEVERINO CARVALHO Repórter Maragogi – Aliar visitação turística, degustação in-loco e produção em grande escala é a aposta do projeto Ostra Brasil, que iniciou suas atividades no estuário do Rio Salgado, em Maragogi, Litoral Norte de Alagoas. Com um

Por | Edição do dia 28/01/2007 - Matéria atualizada em 28/01/2007 às 00h00

| SEVERINO CARVALHO Repórter Maragogi – Aliar visitação turística, degustação in-loco e produção em grande escala é a aposta do projeto Ostra Brasil, que iniciou suas atividades no estuário do Rio Salgado, em Maragogi, Litoral Norte de Alagoas. Com um estoque garantido de 25 mil dúzias do molusco, a empresa já fornece o produto a hotéis e restaurantes da região e pretende expandir os negócios para o além-mar, por meio da exportação. O processo de depuração é feito no oceano, o que, segundo os idealizadores, garante maior qualidade do alimento. ### Molusco purifica até oito litros de água A ostra é um filtrante natural. De acordo com Paulo Nunes Calaça, sócio-diretor do projeto Ostra Brasil, o molusco consegue purificar oito litros de água por hora. Mas, em ambiente poluído, acaba concentrando impurezas em seu interior, como metais pesados, nocivos à saúde. Para garantir a qualidade do produto, as ostras de Maragogi são depuradas no mar, a 5 km da costa, livre da contaminação. ///

Mais matérias
desta edição