app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5655
Cidades

Passe Livre: mais de 10 milhões de embarques foram contabilizados

Número equivale a mais de 186 vezes a quantidade de matrículas na rede municipal de Maceió

Por greyce bernardino | Edição do dia 09/01/2024 - Matéria atualizada em 09/01/2024 às 04h00

De janeiro a novembro de 2023 foram contabilizados 10.118.351 milhões de embarques pelo Passe Livre. O número equivale a mais de 186 vezes a quantidade de matrículas na rede municipal de Maceió, que em 2023 foi de 54.200 mil alunos.

O programa foi implantado em setembro de 2021, pela Prefeitura da capital alagoana, para investir no futuro dos estudantes maceioenses e reduzir a evasão escolar. Todos os meses, são disponibilizados 44 embarques gratuitos para o deslocamento às instituições de ensino públicas e privadas na cidade.

Estudante de Serviço Social na Universidade Federal de Alagoas (Ufal), Ester Maria contou sobre o impacto do programa na sua vida. “Foi muito importante para mim. Sou bolsista e metade do dinheiro usava para recarregar meu cartão. A gratuidade foi essencial, já que posso me locomover sem precisar gastar e com o dinheiro economizado, consigo investir em materiais didáticos, por exemplo”, pontuou.

Em todo o ano de 2022, o Departamento Municipal de Transportes e Trânsito (DMTT) registrou 8.612.299 milhões de usos. A estimativa é que, ao final de 2023, os estudantes tenham desfrutado de 10.878.374 milhões de embarques com o Passe Livre.

Além do crescimento desse número, também foi percebido um aumento no valor economizado pelos estudantes. Juntos, os usuários do Vamu Escolar economizaram mais de R$ 18.8 milhões até novembro. Durante todo o ano passado, a economia foi de R$ 14.4 milhões. “Eu me desloco bastante entre a faculdade e o estágio e gastava bastante com passagens. O Passe Livre veio para dar uma aliviada. Agora é bem mais tranquilo”, complementou a estudante Saline Moraes.

SOBRE O PASSE LIVRE

O Passe Livre Estudantil é destinado para alunos regularmente matriculados nos níveis fundamental, médio e superior de instituições públicas e privadas da capital. Além disso, o benefício também é ofertado para estudantes que residem em Maceió e frequentam escolas em cidades da região metropolitana. O bilhete eletrônico permite 44 viagens gratuitas mensais.

“Os dados nos mostram que essa política pública tem feito a diferença na vida da população. Nosso intuito é seguir buscando métodos que facilitem o deslocamento das pessoas. O Passe Livre é, sobretudo, um investimento no futuro. Ao garantirmos o ir e vir, apostamos no desenvolvimento da nossa cidade”, concluiu o diretor-presidente do DMTT, André Costa.

*Com informações da assessoria

Mais matérias
desta edição