app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5655
Cidades

PC descarta violência e diz que policial morreu após queda em casa

Carlos Alberto Souza Vitorino teria batido a cabeça na quina de um armário no banheiro; inquérito segue em andamento

Por rayssa cavalcante | Edição do dia 23/01/2024 - Matéria atualizada em 23/01/2024 às 04h00

A Polícia Civil de Alagoas (PC/AL) informou, nessa segunda-feira (22), que descartou a possibilidade de que o policial aposentado Carlos Alberto Souza Vitorino, de 63 anos, foi vítima de homicídio ou latrocínio - hipóteses levantadas anteriormente.

De acordo com o delegado Everton Gonçalves, o homem teria caído no banheiro de casa e batido com a cabeça na quina de um armário, o que ocasionou o óbito. O cadáver dele foi localizado despido na residência onde morava da cidade de Arapiraca, no Agreste do estado.

“O médico legista conseguiu determinar que a vítima apresentava uma única lesão na região da cabeça. Uma lesão contusa e não condizente com a utilização de nenhum tipo de arma”, explicou a autoridade policial.

Ainda segundo Gonçalves, o Instituto de Criminalística (IC) atestou o local em que Carlos Alberto caiu. Também foi confirmado que nenhum indivíduo entrou no imóvel antes dos vizinhos, que localizaram o corpo, da polícia e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

“O inquérito policial segue em andamento, aguardando a chegada dos laudos periciais, com a confirmação dessas informações. Algumas pessoas serão ouvidas para finalizar esta teoria levantada, descartando a hipótese de crime”, finalizou.

Mais matérias
desta edição