app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 0
Cláudio Humberto

Confira os destaques da política nacional #CH23062020

.

Por Cláudio Humberto | Edição do dia 23/06/2020 - Matéria atualizada em 22/06/2020 às 21h59

Foto: Divulgação
 

PODER SEM PUDOR: O Lott de FHC

Quando ouviu de FHC, em primeira mão, que José Serra seria o candidato do governo a presidente, em 2002, o então presidente da estatal Furnas Centrais Elétricas, Luiz Carlos Santos, saiu-se com esta: “O senhor vai repetir JK, presidente. Será reconhecido pela História, mas não conseguirá eleger o próprio sucessor.” FHC ficou intrigado: “Você acha Serra tão ruim assim?” Santos respondeu: “Serra é o Lott alfabetizado, presidente”. Candidato do muito bem avaliado presidente JK, o general Henrique Teixeira Lott perdeu a eleição. Serra também.


Weintraub vai ganhar R$1,05 milhão por ano

A cadeira do ex-ministro da Educação Abraham Weintraub na diretoria executiva do Banco Mundial é o que se pode chamar, sem exagero, de “exílio dourado”. Como um dos 40 diretores, ele representará um grupo de países, para além do Brasil, que precisam referendar sua indicação. É da praxe que o façam. Weintraub vai morar em Washington (EUA) e embolsará US$200 mil (R$1.050.760) por ano, ou sejam, R$87.563 mensais. Sem contar um belo plano de saúde, extensivo a toda família.


Terá trabalho

Se de fato quiser honrar o belo salário, Weintraub terá muito o que fazer, acompanhando a economia e os projetos dos países representados.


Os representados

Weintraub representará também Colômbia, Equador, Trinidad e Tobago, Filipinas, Suriname, Haiti, República Dominicana e Panamá.


Galeria ilustre

A diretoria a ser ocupada por Weintraub no Banco Mundial já foi exercida por gente do nível de Murilo Portugal, ex-presidente da Febraban.


Cargo técnico

O cargo do ex-ministro era ocupado por Fábio Kanczuk, que renunciou para assumir a diretoria de Política Econômica do Banco Central (BC).


Justiça liquida falsas acusações contra ex-deputada

A Justiça demorou, mas não faltou, para a ex-deputada distrital Sandra Faraj, de Brasília: o TJ-DF concluiu serem falsas as acusações de uma empresa de comunicação sobre suposto “calote”. Ela foi a vítima. Articulada na mídia, a empresa transformou veículos de comunicação em cobradores de uma dívida que a Justiça concluiu agora ser falsa. A campanha atingiu níveis de crueldade e covardia quando ela estava no auge de uma gravidez difícil, com o marido no exterior, a trabalho.


Má vontade adicional

A ex-deputada contava também com a má vontade dos “cobradores” em razão do fato de ser evangélica e politicamente conservadora.


Campanha imparável

Sandra mostrou os recibos de pagamento carimbados e assinados, mas foi inútil. Diziam que eram “notas frias”. Até pediram sua cassação.


Condenação prévia

Apesar das vitórias em duas instâncias, os ataques reiterados cobraram um alto preço: ela não foi reeleita.


Feder é do ramo

A notícia sobre a iminente nomeação o secretário estadual do Paraná para o cargo de ministro da Educação foi antecipada com exclusividade pelo portal Diário do Poder. Renato Feder é do ramo: foi professor de matemática por dez anos, diretor de escola e gestor experiente.


Garota estável

O presidente Bolsonaro confirmou esta coluna e usou a mesma expressão para informar que a ministra Tereza Cristina (Agricultura) “tem estabilidade” no cargo. E ainda a chamou de “nossa garota”.


Hora de mostrar serviço

O governador do DF, Ibaneis Rocha, cujas críticas precederam a queda dos ex-ministros Mandetta, Moro e Weinbtraub, disse ontem que Rogério Marinho (Desenvolvimento Regional) “precisa mostrar a que veio”. Ele cobrou ações efetiva também dos ministros dos Transportes e da Mulher.


O que é bom se esconde

Os profetas do caos alardeiam que foram mais um milhão de infectados pelo covid-19 em 8 dias no mundo, mas omitem o fato mais importante: em 10 dias foram um milhão de curas ou 100 mil por dia, em média.


Aí tem coisa

A Câmara já não está nem aí para o drama angustiante que a população enfrenta. Em meio à pandemia do covid-19 e quarentenas, Rodrigo Maia pautou para votar o projeto que... reformula o Código de Trânsito.


Maioria está bem

Ao site UnHerd, o cientista Karl Friston, informou que estudos revelam que “nunca foi 100%” a população suscetível ao covid19 e que no Reino Unido o grupo não-suscetível é de cerca de 80% da população.


Prefeitos não querem, claro

Presidente da Confederação Nacional de Municípios, que representa prefeitos, Glademir Aroldi acha que não é possível realizar eleição em 2020, por falta de “condições sanitárias, econômicas” etc.


Economia secundária

Com “trabalho” remoto dos deputados, o sistema de ar condicionado da Câmara tem ficado desligado, oficialmente, para evitar a propagação do Covid-19. Qualquer que seja a razão, o bolso de quem paga agradece.


Pensando bem...

...tem deputado aparecendo tanto na pandemia, que deve estar torcendo para o surto do covid nunca passar.

EDGARD ANTUNES NETO, presidente do Hospital Veredas, comemora a ampliação de leitos para tratar a covid-19. O Hospital foi a primeira instituição a oferecer leitos de UTI para pacientes da Covid 19, nos primeiros dias de abril
EDGARD ANTUNES NETO, presidente do Hospital Veredas, comemora a ampliação de leitos para tratar a covid-19. O Hospital foi a primeira instituição a oferecer leitos de UTI para pacientes da Covid 19, nos primeiros dias de abril - Foto: Divulgação
 


Mais matérias
desta edição