app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 0
Cláudio Humberto

Confira os destaques da política nacional #CH24062020

.

Por Cláudio Humberto | Edição do dia 24/06/2020 - Matéria atualizada em 23/06/2020 às 22h36

Foto: Divulgação
 

PODER SEM PUDOR: Como lidar com bajuladores

Os políticos estão sempre cercados de bajuladores, e gostam. Mas houve exceções como Antônio Carlos Andrada, presidente da Província de Minas Gerais. Ele retornava de viagem à Europa quando um assessor bajulador tomou uma lancha no cais e foi recebê-lo ainda a bordo do navio, antes mesmo de o ilustre político reencontrasse a própria família. O presidente se vingou: “Você está cada vez mais careca!” O puxa-saco respondeu, nojento: “Sim, mas cada vez mais amigo de Vossa Excelência!”


Bolsonaro reflete sobre MEC para não repetir erros

O secretário de Educação do Paraná, Renato Feder, que conversou nesta terça com Jair Bolsonaro, continua liderando os cotados para ser ministro da Educação, mas o presidente ainda não bateu o martelo porque precisa fazer consultas e considerar opções como Sérgio Sant’Ana, ex-assessor especial do MEC, que produziu o “milagre” de não sair “queimado” da gestão de triste memória de Abraham Weintraub.


Aprovado, mas...

Bolsonaro saiu bem impressionado da reunião com o secretário do governo Ratinho Júnior, mas quer saber mais sobre Renato Feder.


Gato escaldado

Bolsonaro não quer repetir no MEC escolhas das quais se arrependeu, de pessoas que não conhecia, como Sérgio Moro e Nelson Teich.


Escolha será pessoal

O presidente orientou seus articuladores a manterem partidos e políticos longe das conversações para a escolha do novo ministro da Educação.


Pesos na balança

Se a qualificação de Renato Feder “enche os olhos” do presidente, Sérgio Sant’Ana preenche ‘requisitos ideológicos’ caros ao bolsonarismo.


Covid-19 já matou mais que a guerra do Paraguai

A pandemia matou um número maior de brasileiros que o conflito mais sangrento na qual o País se envolveu em sua História: a guerra do Paraguai. Provocada pela ousadia paraguaia de tentar anexar o Rio Grande do Sul, em 1865, a guerra durou 5 anos e matou 50 mil brasileiros. Até esta terça (23), já são 52,6 mil brasileiros mortos em 4 meses, desde o primeiro caso de infecção no dia 27 de fevereiro.


Seis vezes mais

Se mais de 50 mil brasileiros não voltaram para casa daquela guerra, no caso dos paraguaios as baixas foram mais expressivas: 300 mil mortos.


Deu tudo errado

A ideia era criar o “Grande Paraguai” com parte da Argentina, o Uruguai e o Rio Grande do Sul. Acabou pequeno e ocupado por quase dez anos.


Sem chances

A derrota veio com a união dos países alvos. Brasil, Argentina e Uruguai formaram a Tríplice Aliança e liquidaram as pretensões paraguaias.


Índice Maia de Quebra

Se o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, difundiu a fake news da “quebra” do Banco Votorantim, a expectativa é sobre o que ele dirá do leilão de dezenas de imóveis do Banco Safra, nesta quinta (25).


Vida pregressa

A turma do Sinc, que vasculha a vida de aspirantes a cargos federais, ficou espantada com o histórico de Wenderson Monteiro, ex-assessor de Agnelo Queiroz (PT) no DF, agora indicado pelo deputado Silas Câmara (Republicanos-AM) para a Secretaria Especial de Saúde Indígena.


Não é pé na cova

O mundo já superou a marca de 5 milhões de pessoas curadas do novo coronavírus, segundo o Worldometer. Outra boa notícia da plataforma é que 98% das 3,8 milhões pessoas ainda doentes têm sintomas leves.


Problema é o piche

Candidato a prefeito do Recife, o deputado João Campos ignora duas investigações da Polícia Federal contra o amigo Geraldo Júlio (PSB) e uma CPI que bate à porta. Dá as costas à cidade e olha para o mar, esperando o tempo passar. Olhou tanto que viu manchas de piche.


Adiamento flex

O Senado aprovou o adiamento das eleições municipais para 15 de novembro, mas novos adiamentos poderão ser feitos, pontualmente, em municípios cujas “condições sanitárias” não recomendem o pleito.


Que País é este?!

As controladorias-gerais da União e do DF identificaram 1.836 pessoas que fraudaram para receber auxílio emergencial federal e local. Outros 451 vigaristas alegaram viverem fora do DF para se apropriar do alheio.


Faltou só o povo

A FGV promove seminário virtual nesta sexta (26) sobre a imagem do Judiciário. O povo não poderá dizer o que pensa de suas excelências: só participarão magistrados e os bajuladores de sempre.


Sonho americano

O impacto da redução da imigração começa a aparecer nos EUA. Daniel Toledo, advogado especialista no assunto, diz que o setor pediu US$1,2 bilhão ao Congresso para cobrir a receita frustrada de taxas.


Pergunta no palanque

Vai mesmo elaborar uma boa lei contra fake news quem, para se eleger, mente contra adversários ou em benefício próprio?

VINÍCIUS PALMEIRA, presidente da Fundação Municipal de Ação Cultural (FMAC), que junto com a Associação dos Forrozeiros de Alagoas (Asforral) preparou programação com quatro noites de forró com transmissão nos canais no Youtube da Prefeitura de Maceió, do Forró Alagoano, além da TV Mar (canal 525 da NET) e portal Gazetaweb
VINÍCIUS PALMEIRA, presidente da Fundação Municipal de Ação Cultural (FMAC), que junto com a Associação dos Forrozeiros de Alagoas (Asforral) preparou programação com quatro noites de forró com transmissão nos canais no Youtube da Prefeitura de Maceió, do Forró Alagoano, além da TV Mar (canal 525 da NET) e portal Gazetaweb - Foto: Divulgação
 


Mais matérias
desta edição