app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 0
Cláudio Humberto

Confira os destaques da política nacional #CH02092020

.

Por Cláudio Humberto | Edição do dia 02/09/2020 - Matéria atualizada em 01/09/2020 às 22h29

Foto: Divulgação
 

PODER SEM PUDOR: Fura-fila safado

O ex-deputado Paulo Heslander (PTB-MG) enfrentava certa vez uma enorme fila de embarque no aeroporto de Confins, em Belo Horizonte, quando um passageiro bem vestido, atrás dele, foi solicitado a fazer o “check-in” antes de todos. Uma passageira reagiu indignada: “Veja só que safado. Vai ver, é deputado.” Heslander se voltou para a mulher e rebateu: “Desculpe, minha senhora. Safado ele pode ser, mas deputado não é. Deputado sou eu e estou na fila, como todo mundo.”


Reforma ‘não mexa no meu’ vai gerar frustrações

Ficará desapontado quem espera grandes mudanças na reforma administrativa a ser enviada ao Congresso. Será a reforma “não mexa no meu”, prevendo mudanças apenas para quem ainda não entrou no serviço público, a ser contratado sob novo regime, sem estabilidade, submetido a avaliações periódicas, com metas a alcançar e inserido no mesmo regime de aposentadoria dos trabalhadores do setor privado.


Autoridades só assinam

Será difícil acabar regalias e penduricalhos, “direitos” que multiplicam os salários dos que assessoram suas excelências nos Três Poderes.


Apropriação indébita

Essa gente se apropriou do setor público e não abre mão de nada: eles vão propor, discutir e também decidirão o que for judicializado no STF.


Regalias não são ‘direitos’

O mote foi de Bolsonaro, há quatro décadas no setor público: “direitos não serão afetados”. Aí cabem regalias, privilégios e penduricalhos.


É preciso priorizar o País

Como na reforma da Previdência, membros da equipe do ministro Paulo Guedes defendem propostas que contrariam seus próprios interesses.


Índia pode dobrar total mundial de casos de covid

A propagação da Covid-19 na Índia preocupa pelo ritmo acelerado da pandemia naquele país, aparentemente sem controle. A média de casos diários aumenta todos os dias, foi de 52 mil para 75 mil em agosto, e ultrapassará o Brasil no total de casos nos próximos dias. Com 1,38 bilhão de habitantes, o país deve bater todos os recordes da pandemia e se a proporção de infecção observada nos maiores países se repetir, a Índia pode superar 26 milhões de casos. É o dobro do total mundial.


Em aceleração

Em agosto, a Índia registrou 1,93 milhão de novos casos, número 34% maior que os EUA (1,44 milhão) e 60,8% mais que o Brasil (1,2 milhão).


Pico é média

O maior número de casos em um dia no Brasil foi de 70,8 mil. Nos EUA, apenas dois dias superaram 75 mil casos, que é a média atual da Índia.


Vacina é a salvação

Infectologistas não escondem que a chegada da vacina e a imunização em massa são a única possibilidade de uma reviravolta no prognóstico.


Tutti buona gente

Assessores da futura ex-deputada Flordelis tentam manter os cargos junto ao suplente do suplente. É que o substituto imediato, Pedro Augusto, investigado na Furna da Onça, não deve esquentar a cadeira.


Assunto ‘tóxico’

O deputado Arthur Lira (PP-AL), líder do centrão, acha prematuro tratar da eleição para a presidência da Câmara no início do ano. Lira é um dos favoritos, mas ele classifica o tema, neste momento, como “tóxico”.


Sem volta

Seguindo a tendência de agosto, setembro começou com o número de curados da covid 50% maior que novos casos (40 mil infecções e 61 mil curas). Os casos ativos somam 669,2 mil, menor total desde 23 de julho.


Julgou, livrou

A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal, já definida como o “Jardim do Éden” para políticos com a reputação em chamas, continua obstinada na missão de neutralizar condenações e até investigações.


Je suis ‘Charlie Hebdo’

Fez bem o jornal parisiense Chalie Hebdo, ao republicar a charge usada como pretexto para o atentado terrorista cujos autores agora serão julgados. Lá, como aqui, nada pode intimidar a liberdade de expressão.


Chute no voto

O Tribunal Superior Eleitoral proibiu lives nas eleições municipais, tanto quanto showmícios são ilegais. Cada vez mais perde sentido tanto dinheiro (R$2 bilhões) do fundão eleitoral para bancar campanhas.


O que é bom, esconde

Com o arrefecimento da pandemia, os jornais começaram a se voltar para a “Amazônia em chamas”, mas as manchetes duraram pouco. A redução de 5% nos focos de incêndio em agosto virou nota de rodapé.


Primeiro milhão

Primeiro país a anunciar oficialmente vacina para o coronavírus, a Rússia atingiu 1 milhão de casos confirmados, nesta terça. A expectativa é que a Sputinik V seja testada em poucas semanas com 10 mil brasileiros.


Pensando bem...

...festejar queda do PIB do próprio País é como xingar a mãe do irmão.

RAMATIS HAYWANON DA COSTA, diretor de criação, sócio-diretor da Six Propaganda e uma grata surpresa para a fotografia alagoana, é o festejado aniversariante de hoje, 2 de setembro
RAMATIS HAYWANON DA COSTA, diretor de criação, sócio-diretor da Six Propaganda e uma grata surpresa para a fotografia alagoana, é o festejado aniversariante de hoje, 2 de setembro - Foto: Divulgação
 


Mais matérias
desta edição