app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 0
Cláudio Humberto

Confira os destaques da política nacional #CH11092020

.

Por Cláudio Humberto | Edição do dia 11/09/2020 - Matéria atualizada em 10/09/2020 às 21h49

Foto: Divulgação
 

PODER SEM PUDOR: Maria do Correio entendia de cartas

No começo dos anos 1960, o então desconhecido deputado José Sarney foi a uma cartomante em Araxá (MG) em companhia do escritor Fernando Sabino. A cartomante, Maria do Correio, jogou as cartas: “Você vai ser Presidente da República.” Quem ouviu, riu...
Maria do Correio acertou outra vez. Nos anos 1970, um jovem jornalista queria saber se ia se casar com a namorada. Ela respondeu que ele não se casaria com a jovem, mas um dia seria presidente da República. O nome do moço era Fernando Collor, agora no Senado.


Fux quer STF forte, mas sem interferir nos poderes

O ministro Luiz Fux fez um discurso marcado pela firmeza e a emoção, na solenidade de posse como presidente do Supremo Tribunal Federal, nesta quinta-feira (10). Ele destacou a “atuação valiosa” do STF nas últimas décadas, mas disse que “não se podem desconsiderar as críticas” de que o Poder Judiciário se ocupou de atribuições “reservadas apenas aos poderes integrados por mandatários eleitos”. Isso criou, segundo Luiz Fux, uma “zona de conforto para os agentes políticos”.


Fora da alçada

Para o novo presidente do STF, a Corte tem sido demandada para decidir questões para as quais não dispõe de “capacidade institucional”.


Música aos ouvidos

A declaração de intenções de Fux agradou a Bolsonaro, que já viu o STF suprimir ou anular várias de suas prerrogativas de chefe do Executivo.


Fez mal

Para Fux, a intromissão em assuntos de outros poderes expôs o STF “a um protagonismo deletério, corroendo a credibilidade dos tribunais”.


Não é oráculo

Fux diz que o STF não detém o monopólio das respostas e que cada Poder deve arcar as consequências políticas de suas próprias decisões.


Senado exclui pesquisa com repulsa à PEC 33

A proposta de alterar a Constituição para permitir a reeleição dos atuais presidentes da Câmara e do Senado vinha tomando uma surra vexatória, na enquete promovida pelo site “eCidadania”, do próprio Senado, quando a gestão de Davi Alcolumbre produziu outro vexame: tirou a pesquisa do ar. Isso aconteceu no início da noite desta quinta (10), no momento em que a PEC 33 só tinha apoio de 1,5% dos mais de dez mil participantes.


Repúdio esperado

O repúdio à PEC 33 por 98,5% dos participantes da enquete, registrados até as 19h, não surpreendeu o senador Oriovisto Guimarães (Pode-PR).


Congresso humilhado

Oriovisto chamou de “acachapante” a rejeição à reeleição de Alcolumbre e Maia. Para ele, a PEC “diminui a instituição, humilha seus integrantes.”


Diz que não estou

Tentamos ouvir a avaliação de Rose de Freitas (ES) à sua PEC 33, que autoriza a reeleição da ambiciosa dupla, mas a senadora não quis falar.


Emoção incontida

O ministro Luiz Fux recorreu a goles d’água para resistir às lágrimas que brotaram dos seus olhos, ao homenagear sua família, dos pais à esposa, passando pela filha e netas. A emoção de Fux contagiou a solenidade.


Convidado especial

Um amigo especial do ministro Luiz Fux fez questão de comparecer à posse: seu parceiro musical Michael Sullivan, autor de 1.500 sucessos incluindo “hits” eternos, como “Feeling”, gravada em todo o mundo.


Tradição reposta

Se na véspera foi colocado numa cadeira e plano inferior a Dias Toffoli, que presidia a sessão do STF, o presidente Bolsonaro ontem participou da solenidade ao lado de Luiz Fux, no mesmo plano, como é da tradição.


Ritmo normal

Recuperando-se de covid, o governador do DF, Ibaneis Rocha, trabalha normalmente. Uma reunião virtual com seu secretariado, que começou ontem às 10h, “atropelou” o almoço. “Estou me sentindo bem”, avisou.


Show do agronegócio

A safra 2019/20 superou 257,8 milhões de toneladas, recorde histórico, liderada por soja, milho e algodão. Foram 11 milhões de toneladas a mais que a safra anterior. Faltou apenas um incentivo para o arroz.


Notícia boa, mas...

Brasília alcançou a marca de dois dias consecutivos sem registrar óbitos pelo novo coronavírus. Foi a primeira vez desde o início da pandemia. Há, entretanto, cerca de 50 casos sob investigação.


11 de setembro

O mais letal ato terrorista do século XXI completa 19 anos, nesta sexta-feira, 11 de setembro. Os ataques às Torres Gêmeas e ao Pentágono vitimaram 2.977 pessoas, além de ter ferido outras 6 mil.


JK no Senado

O Senado comemora nesta sexta-feira (11), o 118° aniversário de do ex-presidente Juscelino Kubitscheck. A cerimônia está marcada para às 11h e será transmitida pelo canal do Senado no Youtube.


Pensando bem...

...se “sorte é sorte”, como disse o ministro Alexandre de Moraes no caso dos fichas sujas autorizados a disputar eleição, o azarado é o brasileiro que sustenta toda essa bagaça.

EDGARD ANTUNES NETO, presidente do Hospital Veredas, reconhecido pelo importante trabalho à frente da unidade de saúde referência em Alagoas
EDGARD ANTUNES NETO, presidente do Hospital Veredas, reconhecido pelo importante trabalho à frente da unidade de saúde referência em Alagoas - Foto: Divulgação
 


Mais matérias
desta edição