app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 0
Cláudio Humberto

Confira os destaques da política nacional #CH07012021

.

Por Cláudio Humberto | Edição do dia 07/01/2021 - Matéria atualizada em 06/01/2021 às 22h45

Foto: : Divulgação
 

PODER SE, PUDOR: Eleitorado difícil

O então deputado Fernando Gabeira (PV-RJ) andava descrente no eleitorado. Em visita a Anapu (PA), falou da incerteza de 2006, sobretudo dos eleitores conquistados com bandeiras como descriminalização da maconha. “Está difícil: as prostitutas, que votam em mim, traem por profissão. Os maconheiros nem sempre acordam a tempo de votar e, quando fazem isso, esquecem meu número. E os gays só querem saber de Lindbergh Faria, o ‘lindinho’”.

Baleia enfrenta resistência no MDB e até em SP

A dificuldade de Rodrigo Maia para viabilizar Baleia Rossi na disputa pela presidência da Câmara, como provou a demora na escolha, é prenúncio dos obstáculos que o nome do MDB-SP enfrentará até 1º fevereiro, dia da eleição. A lorota de “frente partidária” também revela sua fragilidade: candidaturas a presidente no Congresso são avulsas, não se subordinam a conchavo de líderes, como o de Maia, ao melhor estilo “me engana que eu gosto”. Por isso não há “traição” de deputado que “desobedece” líder. MDB tem 2 candidatos A característica de “eleição avulsa” explica a candidatura de Fábio Ramalho (MG) a presidente da Câmara. Ele é do MDB de Baleia Rossi.

Resistência a Baleia

Baleia é bom articulador, mas enfrenta resistência até dos deputados de São Paulo. Ainda há a velha “birra” antipaulista no comando da Câmara.

Partido não vota

Não por acaso, Arthur Lira (PP-AL) percorre o País, visitando “eleitores”, com deputados do DEM de Rodrigo Maia e do MDB de Baleia Rossi.

Bancada do atraso

Também pesa contra Baleia o apoio da “bancada do atraso”, de correntes esquerdistas contrárias às reformas que o País tanto necessita.

Jogo bruto na Câmara

Chegou ao Planalto uma denúncia grave, que pode virar escândalo com direito a PF na porta ou uma fofoca, sobre o tipo de apoio de João Doria a Baleia Rossi, a pedido de Rodrigo Maia. Denunciam que deputados têm sido assediados com acenos envolvendo emendas parlamentares.

Todo cuidado é pouco

O governo trata com cuidado denúncias sobre “mala eleitoral” em favor da campanha de Baleia. É que pode ser uma jogada para que o Planalto se veja obrigado a usar sua máquina em favor do candidato do PP.

Reformas dão o tom

Uma das alegações mais convincentes para apoiar Arthur Lira, em uma Câmara de maioria reformista, é que as reformas devem fluir sem dificuldades com a Câmara sob seu comando.

Brasil supera 7 milhões de curados da covid: 97%

O Brasil superou nesta quinta a marca de 7 milhões de pessoas curadas da covid, o que representa 97,24% do total de casos encerrados. Em relação a óbitos, jornais famosos, como o francês Le Monde, listam os países de acordo com a população e o Brasil aparece em 24º com 928 mortes a cada milhão de habitantes. Em situação pior, com 932 mortes por milhão, temos a Suíça, sem que ninguém fale em “caos na saúde” lá.

Caos não é só aqui

Proporcionalmente, Brasil tem menos óbitos que Argentina (964), México (994), França (1019), Espanha (1100), EUA (1109) e Reino Unido (1136).

Muito piores

Há ainda Peru (1142), Itália (1272) e Bélgica, que tem taxa de 1.707 mortes por milhão de habitantes; quase o dobro da média brasileira.

Comparação

O Brasil, com 212 milhões de habitantes, tem 705 mil casos ativos da covid. O Reino Unido (68 milhões de habitantes) tem o dobro: 1,4 milhão.

Tem muito mais

Ao pedir o impeachment do ministro Eduardo Pazuello (Saúde) pela alta de casos e óbitos pela covid, a Associação Brasileira de Imprensa devia ter incluído governadores e prefeitos, além do Congresso e TSE, que insistiram em campanhas e eleição presencial durante a pandemia.

Pensando bem...

...Brasil curou 7 milhões de pessoas de covid-19, mas o jornalismo de funerária está babando é pela marca dos 200 mil mortos.

Gol de placa no BRB

Presidente do BRB, o pernambucano Paulo Henrique Costa tem sido muito elogiado. O BRB valia R$ 1 bilhão, no início do governo Ibaneis Rocha (MDB), e agora passa dos R$ 13,4 bilhões. A parceria com o Flamengo, do qual é patrocinador, tem sido decisiva no êxito do banco.

Fernández vai mal

Pesquisa divulgada no jornal La Nación, de Buenos Aires, mostra que 76% dos argentinos estão insatisfeitos e 61% fazem avaliação negativa do presidente populista Alberto Fernández. Bolsonaro adorou.

Atravessadores adoraram

A Petrobras anunciou aumento de 6% no gás de cozinha. O ajuste ocorrerá nas refinarias, mas ainda tem a ganância das distribuidoras, velhas atravessadoras), que tornará o produto ainda mais caro.

Online é o presente

Segundo levantamento Ebit/Nielsen, as vendas do comércio online no Brasil devem superar a marca de R$ 110 bilhões em 2021. O valor representará um aumento de 26% em relação a 2020.

ROSA TENÓRIO, presidente do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Alagoas (Crea-AL). tomou posse na última segunda-feira, dia 4, prometendo ampliação da fiscalização de obras e defesa da categoria
ROSA TENÓRIO, presidente do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Alagoas (Crea-AL). tomou posse na última segunda-feira, dia 4, prometendo ampliação da fiscalização de obras e defesa da categoria - Foto: : Divulgação
 


Mais matérias
desta edição