app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 0
Cláudio Humberto

Confira os destaques da política nacional #CH10022021

.

Por Cláudio Humberto | Edição do dia 10/02/2021 - Matéria atualizada em 09/02/2021 às 21h41

Foto: : Divulgação
 

PODER SEM PUDOR: Visita de uma raposa

José Maria Alkimin entrou na Câmara dos Deputados com sua mulher e encontrou um correligionário do PSD, muito assustado: “O Lacerda vai fazer um discurso daqui a pouco e promete derrubar o Juscelino. Você, líder da maioria, precisa se preparar para responder!” Alkimin não perde a calma, pensa um pouquinho e diz: “Tem razão.” Continua andando e encontra Lacerda pondo fogo pelas ventas: “É bom você se preparar. Tenho tantas denúncias de corrupção contra o Juscelino que depois do meu discurso não ficará pedra sobre pedra!” Alkimin respondeu, sério: “Carlos, você não deixa de ter razão.” Continuou a caminhar e a sra. Alkimin lhe dá um puxão no braço: “Zé Maria! Vem o deputado governista e você concorda com ele, vem o Lacerda, um incendiário, e você também concorda com ele. Qual é a sua posição, afinal? E Alkimin, impávido: “E não é que você tem toda razão?”


Pesquisa: brasileiro é otimista quanto ao emprego

Levantamento nacional realizado pelo instituto Paraná Pesquisas para esta coluna e o site Diário do Poder revela que o brasileiro está otimista em relação ao próprio emprego, em 2021. De acordo com a pesquisa, 60,4% dos entrevistados acreditam que vão preservar o emprego, enquanto 10,7% acreditam que serão promovidos e até terão aumento e 4,8% estão confiantes de que vão encontrar trabalho. De todos os entrevistados, apenas 18,2% estão receosos sobre perda do emprego.


Níveis de confiança

Pela pesquisa, homens são mais otimistas que mulheres e quem tem 60 anos ou mais são mais confiantes no seu emprego que jovens de até 24.


Confiança alta no Sul

Brasileiros da região Sul são mais otimistas: 65% acham que manterão o emprego. No Norte e Centro-Oeste o nível de confiança cai para 57,7%.


Pergunta certeira

A pesquisa lembrou o desemprego em 2020 para indagar: “Qual sua perspectiva com o seu mercado de trabalho para 2021?”


Todo o País ouvido

O levantamento do Paraná Pesquisas, de 22 a 26 de janeiro, permanecia inédito. Foram ouvidas 2020 pessoas em todos os estados e no DF.


Saindo do DEM, Maia fica sujeito a perder mandato

O ex-presidente da Câmara Rodrigo Maia pode perder o mandato, caso cumpra a ameaça de filiar-se a outra sigla. É o que prevê a lei, a menos que o partido abra mão do seu mandato. Mas abrir mão desse direito é opção cada vez mais distante na executiva nacional do DEM, em razão do ambiente muito ruim criado pelo próprio Maia, que acusa o partido de “traição” para justificar a derrota do seu candidato à própria sucessão. No DEM, cresce o movimento para não deixar barata a “deserção” de Maia.


Preto no branco

Segundo a Resolução-TSE 22.610/2007, a desfiliação sem justa causa libera o partido para pedir a decretação da perda do mandato eletivo.


Esforço hercúleo

Maia insiste na lorota de traição para tentar classificar sua saída como fruto de “discriminação pessoal”, uma das justas causas para desfiliação.


Interessados não faltam

Além do DEM, podem pedir a perda do mandato de Maia o Ministério Público Eleitoral e quem tem interesse jurídico, como um suplente na fila.


Não foi ‘esquecimento’

Leitores da coluna não se espantaram com a exclusão do vice-presidente outra vez uma reunião ministerial. Como já informamos, Hamilton Mourão não participa de decisões e nem é convidado para reuniões de governo.


Palpiteiro em ação

Bolsonaro quis poupar seus ministros da presença do vice após Hamilton Mourão dizer à Rádio Bandeirantes que haveria reforma ministerial e que o chanceler Ernesto Araújo seria substituído. A imprensa confundiu outra vez informação e opinião. E o presidente chamou o vice de “palpiteiro”.


Viciados no ócio

Os maiores críticos da volta ao trabalho no Congresso são os servidores efetivos. Os que adoravam trabalhar pouco e ganhar muito rapidamente se acostumaram com a pandemia, ganhando muito sem trabalhar.


Notícia boa

Graças a incansáveis profissionais de saúde, curas continuam superando os novos casos de covid no Brasil e o total de casos ativos que chegou a 981.593 no final de janeiro já despencou para 870.408 no último balanço.


Quanto pior, melhor

Questionamento recorrente nas redes sociais, ninguém explica por que a imprensa em geral divulga números absolutos de casos e total de mortes por Covid, mas quando é sobre a vacinação, a opção é pelo percentual.


Parcelamento urgente

Empresários desesperados pediram ontem, em evento virtual da Feninfra (Federação de Infraestrutura de Telecomunicações), aprovação urgente do projeto do deputado Laércio Oliveira (PP-SE) que permite parcelar dívidas trabalhistas. A indústria das indenizações inviabiliza empresas.


Paixão de ocasião

Duramente criticado pela militância petista quando foi indicado para o STF, o ministro Kássio Nunes Marques foi celebrado pelo perfil oficial do PT quando votou a favor do ex-presidiário Lula no caso da troca de mensagens atribuídas a membros da Lava Jato e Sérgio Moro.


Depende do alvo

Após dar espaço a quem sugeriu que o presidente “vai ter que levar outra facada”, não se viu declaração de ministros do STF contra “blogueiros esquerdistas”. Afirmações assim de bolsonaristas são “antidemocráticas”.


Pensando bem...

...a situação está ficando cada vez mais complicada... para quem paga impostos neste País.

ADELMO DE OLIVEIRA NUNES, diretor comercial e de marketing do Grupo Coringa, ainda recebendo felicitações pela passagem de mais um aniversário na última segunda-feira
ADELMO DE OLIVEIRA NUNES, diretor comercial e de marketing do Grupo Coringa, ainda recebendo felicitações pela passagem de mais um aniversário na última segunda-feira - Foto: : Divulgação
 


Mais matérias
desta edição