app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 0
Cláudio Humberto

Confira os destaques da política nacional #CH30032021

Foto: : Divulgação  PODER SEM PUDOR: Orgulhosos carecas Duas carecas ilustres se encontraram em uma solenidade no Supremo Tribunal Federal, em 1983. O então governador catarinense Esperidião Amin ab

Por Cláudio Humberto | Edição do dia 30/03/2021 - Matéria atualizada em 29/03/2021 às 21h42

Foto: : Divulgação
 

PODER SEM PUDOR: Orgulhosos carecas

Duas carecas ilustres se encontraram em uma solenidade no Supremo Tribunal Federal, em 1983. O então governador catarinense Esperidião Amin abraçou o ex-governador mineiro e banqueiro Magalhães Pinto, que tentou explicar a excitação dos fotógrafos que registravam o encontro: “Não se incomode, governador. Afinal, nunca vi careca pedindo esmolas...” Amin retrucou: “Nem nunca vimos um japonês careca...”


Com Flávia Arruda, Lira amplia poder no governo

A escolha da deputada Flávia Arruda (PP-DF) para assumir o cargo de ministra-chefe da Secretaria de Governo, na prática, aumenta o poder de influência do presidente da Câmara, Arthur Lira, na administração do presidente Jair Bolsonaro, e entroniza o Centrão no comando da sua articulação política. Mulher do ex-governador do DF José Roberto Arruda, a novata mostrou que tem luz própria, ao presidir a Comissão Mista de Orçamento. Mas não chegaria a ministra não fosse Arthur Lira.


Consulta surpresa

A iniciativa do presidente Bolsonaro, de pedir sugestão de nome para a Secretaria de Governo, surpreendeu o próprio presidente da Câmara.


Críticas passadas

A condução da Secretaria de governo pelo general Ramos chegou a ser alvo de críticas de Arthur Lira, mas depois os dois se entenderam.


Mudança imprevista

Bolsonaro não faria mudanças na Secretaria de Governo, mas, com a saída de Braga Netto, ele precisou deslocar Ramos para a Casa Civil.


Reduzindo o ritmo

Após passar mal em Maceió, Braga Netto recebeu a recomendação dos médicos para reduzir o ritmo. Bolsonaro decidiu deslocá-lo para Defesa.


Vai virar alvo

O novo chanceler do governo Bolsonaro, Carlos Alberto França, é um diplomata muito querido e admirado no Itamaraty. Promovido em 2019, será atacado pela “inexperiência”, apesar da sólida formação.


Um profissional

Ao convidar o delegado federal Anderson Adauto para chefiar a secretaria de Segurança Pública, o governador do DF, Ibaneis Rocha, recomendou profissionalismo e pacificação e redução da criminalidade. Adauto cumpriu a missão. Agora será ministro da Justiça.


Pensando bem...

...roubar pasta no Senado rende poder para derrubar ministro.


Há testemunhas, mas suposto lobby fica impune

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, não cogita apurar a suspeita de que a senadora Kátia Abreu (PSD-TO) teria “interesse” na licitação bilionária que vai definir a tecnologia 5G do Brasil. A suspeita foi levantada pelo ex-ministro Ernesto Araújo, ao relatar abordagem estranha da senadora durante almoço no Itamaraty. Desse almoço participaram outras 12 pessoas, incluindo nove embaixadores. Mas nenhuma dessas testemunhas será chamada a confirmar o caso.


Deixa estar

Através de sua assessoria, Rodrigo Pacheco disse que “duvida da veracidade” da denúncia grave envolvendo uma senadora da República.


Nada disso

A senadora Kátia Abreu disse que Ernesto Araújo não falou a verdade, e que sua reunião com o ex-chanceler foi “agradável” e “amena”.


Corporativismo

A denúncia de Araújo se deu na véspera de sua saída do Itamaraty. Já Pacheco disse nas redes sociais que Araújo “atingiu todo o Senado”.


Dinheiro não falta

A Secretaria de Orçamento Federal liberou quase R$ 28,8 bilhões para despesas urgentes que dependeriam de autorização do Congresso. Quase tudo para pagar salários e pensões. Já para auxílio emergencial...


Pandemia é prioridade

O presidente da Câmara, Arthur Lira, avisou que a pauta desta semana será definida nesta terça (30), em reunião de líderes dos partidos. A ideia é priorizar os projetos que tratam da pandemia da covid.


Que nota?

Não repercutiu em Brasília e já ninguém fala na nota que banqueiros e outros bilionários assinaram dias atrás, junto com economistas aos quais pagam belas consultorias, como se lhes coubessem decisões políticas.


Copia e cola

O projeto para obrigar as pessoas a se registrarem num aplicativo do governo para obter “passaporte digital” que comprove a vacinação contra a covid é cópia do projeto do governo do estado de Nova York, o “NY State Excelsior Pass”. A diferença é que lá não há lei que obriga adesão.


Isso já foi ‘fake’

O ex-diretor do Centro de Controle de Doenças (CDC) dos Estados Unidos Robert Redfield disse, em entrevista na TV americana, que é sua opinião que o coronavírus escapou do laboratório de Wuhan, na China.


Não dá audiência

Sem alarde, no mesmo dia em que, no Brasil, o total de vacinados com a primeira dose superou o número de casos de covid no país, o mundo bateu a marca de 100 milhões de pessoas curadas da doença.

Foto: : Divulgação
 


Mais matérias
desta edição