app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 0
Cláudio Humberto

Confira os destaques da política nacional #CH27052021

.

Por Cláudio Humberto | Edição do dia 27/05/2021 - Matéria atualizada em 27/05/2021 às 04h00

Foto: : Divulgação
 

PDER SEM PUDOR: Filho-problema de presidente

Na visita do presidente Fernando Collor a Washington, em 1990, George Bush ofereceu um jantar em sua homenagem e convidou vários políticos, como a prefeita de Houston, Kathryn Whitmirel, que era de oposição, eleita quatro vezes consecutivas para o cargo. Político fino, Bush tentava atraí-la para seu projeto de reeleição. De repente, alguém descontrolado falava alto, chamando atenção. O embaixador Marcos Coimbra, que assistiu a cena, logo o reconheceu: era Bush Filho. Ele mesmo, George W. Bush, que anos depois seria eleito para a Casa Branca. Nervoso e com sinais de que estava alcoolizado, ele vociferava: “Ela não votou em papai! O que está fazendo aqui?...” Era mais um filho criando embaraços ao pai presidente da República.


Se a CPI quiser, não faltam escândalos Brasil afora

A CPI da Pandemia aprovou a convocação de nove governadores para prestar conta de gastos e ações durante a pandemia, e os depoimentos devem revelar que não faltou dinheiro no combate à Covid, mas sobrou corrupção. Desde 23 de abril, só a Polícia Federal realizou ao menos 75 operações para investigar suspeitas de irregularidades envolvendo contratos no valor de R$2,14 bilhões em 24 Estados e Distrito Federal.


Seletividade

Em reunião secreta, a CPI acertou detalhes das convocações e deixou de fora políticos alvos da PF e incluiu outros que não são investigados.


Segredo do conchavo

O conchavo secreto dos senadores decidiu poupar prefeitos sob suspeita de desvios de recursos federais para o combate à pandemia. Eles foram excluídos de convocação para a CPI da Pandemia.


Prefeitos blindados

Para Eduardo Girão (Pode-CE), deixar prefeitos de fora das convocações da CPI da Pandemia “caracteriza blindagem”. “A sociedade não quer uma parte da verdade, mas toda a verdade”, explicou o senador.


Graves suspeitas

Apenas a operação SOS, que investigou a administração de hospitais de campanha no PA, GO e SP, esmiúça contratos de R$500 milhões


Dois pesos

Não foram convocados os governadores de Goiás e São Paulo, apesar dos valores, enquanto o do DF, que não é alvo, terá de ir à CPI.


2020 foi o ano

A maioria das 67 operações foi realizada no ano passado, quando os repasses eram bem maiores. Em 2021, foram oito operações.


Ganha força tese que covid escapou de laboratório

O cerco se fecha em torno da China e da tese de que a covid escapou do Instituto de Virologia de Wuhan (IVW), laboratório chinês que até o início da pandemia realizava extenso estudo sobre o coronavírus de morcegos. O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, mandou suas agências de inteligência ‘dobrarem os esforços’ na investigação dessa suspeita, que ganhou força após relatório de inteligência virar as manchetes nos EUA. No Brasil, a mídia lacradora ainda vê isso como “teoria da conspiração”.


Um mês antes do início

O Wall Street Journal apurou que em novembro de 2019 pesquisadores do IVW acabaram nos hospitais com sintomas “compatíveis com Covid”.


Se é de Trump, é fake

O ex-presidente Trump mandou investigar a suspeita de que o Covid escapou de laboratório chinês, mas foi acusado de difundir “fake news”.


Indícios não faltam

O IVW foi o primeiro laboratório com nível 4 de biossegurança na China. Diplomatas americanos alertaram para perigos da operação, em 2018.


Muito além da conspiração

Principal conselheiro médico da Casa Branca nos governos Trump e Biden e “papa” do politicamente correto na pandemia, Anthony Fauci admitiu ao Senado americano que a tese de que a Covid-19 escapou de um laboratório na China é “uma possibilidade que certamente existe”.


Letalidade diminuiu

O dia mais letal da pandemia no mundo, até agora, foi 20 janeiro, quando 17.294 pessoas perderam a vida para a Covid-19. O dia com novos casos, no entanto, foi 29 de abril, com mais de 903 mil.


Agressão desnecessária

O papa Francisco fez uma agressão besta ao Brasil, maior país católico do planeta. Solicitado a nos abençoar, optou pelo preconceito e a mentira para dizer que o Brasil “não tem salvação”, em razão de “muita cachaça e pouca oração”. Parte da mídia achou ótimo, viu nisso “descontração”.


Pensando bem...

...ao ligar o maior país católico do mundo ao estigma da “cachaça”, o papa mostrou que é só um argentino preconceituoso chamado Bergoglio.


Resultado que vale

“O Brasil registrou saldo positivo de 120.935 postos de trabalho com carteira assinada [em abril], durante a pandemia!” comemorou Fabio Faria (Comunicações). Já são quatro meses de resultados positivos.


Disputa ideológica

Passou a valer na Flórida lei que proíbe redes sociais de excluírem perfis de candidatos a cargos eletivos. A lei veio na esteira do banimento do ex-presidente Donald Trump, mas vai enfrentar ações judiciais contrárias.


Imprensa contra Olimpíadas

Um dos maiores do mundo, o jornal japonês Asahi Shimbun, “parceiro oficial” do Comitê Olímpico Internacional (COI), publicou ontem (26) o editorial “Primeiro-Ministro Suga, por favor cancele as Olimpíadas deste verão”, contra a realização do evento marcado para 23 de julho.

RAFAEL LUCCHESI, diretor de Educação e Tecnologia da Confederação Nacional da Indústria (CNI), diretor-geral do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) e diretor-superintendente do Serviço Social da Indústria (Sesi), participa nesta quinta-feira (27), em Maceió, de um talk show on-line em comemoração à Semana da Indústria. O evento será realizado pela FIEA e Sebrae
RAFAEL LUCCHESI, diretor de Educação e Tecnologia da Confederação Nacional da Indústria (CNI), diretor-geral do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) e diretor-superintendente do Serviço Social da Indústria (Sesi), participa nesta quinta-feira (27), em Maceió, de um talk show on-line em comemoração à Semana da Indústria. O evento será realizado pela FIEA e Sebrae - Foto: : Divulgação
 


Mais matérias
desta edição