app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5655
Cláudio Humberto

Confira os destaques da política nacional #CH18112023

.

Por Claudio Humberto | Edição do dia 18/11/2023 - Matéria atualizada em 18/11/2023 às 04h00

/O presidente da Equatorial em Alagoas, HUMBERTO SOARES, destaca o investimento em projeto de modernização com o Sistema Avançado de Gerenciamento de Distribuição
/O cirurgião e professor da Ufal PAULO JOSÉ DE MORAES recebeu troféu da Academia Alagoana de Odontologia por seus 50 anos de exercício profissional

 

Foto: DIVULGAÇÃO
PODER SEM PUDOR: Perdido em dia de mudança

Ex-vice-governador de São Paulo, Alberto Goldman foi empossado ministro dos Transportes de Itamar Franco, no Planalto, mas não tinha carro oficial que o levasse ao ministério. Virou para o ministro da Marinha, Ivan Serpa: “O sr. daria transporte para o ministro dos Transportes que está sem carro?” Já no carro, lembrou de outro pequeno detalhe: “Por gentileza, o sr. sabe onde fica o Ministério dos Transportes?” Foi salvo pelo motorista, que conhecia o caminho.


Ministras são as que menos recebem parlamentares

Dados oficiais divulgada pelo sistema e-Agendas, do próprio governo, mostra que as ministras Anielle Franco (Igualdade Racial), Cida Gonçalves (Mulheres) e Sônia Guajajara (Povos Indígenas) são as que menos receberam parlamentares em seus gabinetes em mais de 300 dias de governo. Entre um voo e outro em jatinhos da FAB, a ministra deslumbrada Anielle recebeu parlamentares por 31 vezes desde sua posse, contra 458 recebidos por Jader Filho (Cidades), por exemplo.


Articulação prejudicada

Receber parlamentares é tarefa básica de ministros, para ajudar na articulação política do governo. Cida recebeu 23 e Guajajara só 21.


Recebedor profissional

Alexandre Padilha, que toca as Relações Institucionais do governo, foi quem mais fez reuniões, 741, sendo 622 com deputados e 119 com senadores.


Prestígio ao Congresso

Um dos campeões no prestígio a parlamentares, ministro Jader Filho recebeu 408 deputados federais e 50 senadores.


Mais que 24 ministérios

O endinheirado Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) foi mais visitado que 24 ministérios: 274 parlamentares no total.


Quem turbinou hacker desdenha da ‘dama do tráfico’

“Ministros do STF”, segundo jornalões simpáticos ao governo Lula (PT), sem identificar autoria, dizem ser “bobagem” o fato de a “dama do tráfico” se reunir com o staff de Flávio Dino no prédio do Ministério da Justiça (e Segurança Pública!). Se isso procede, os ministros precisam rever seus critérios de avaliação: afinal, eles deram credibilidade ao estelionatário Water Delgatti, que disse ter ido ao Ministério da Defesa, no governo de Bolsonaro, para reuniões com objetivo de tramar contra a urna eletrônica.


Excitando fantasias

O ministro José Múcio (Defesa) mandou investigar a “visita” do hacker, que excitou fantasias na Justiça. Era mentira: nunca esteve no prédio.


Visitas documentadas

Ao contrário de Delgatti, a “dama do tráfico” divulgou nas redes sociais fotos de suas visitas ao Ministério da Justiça (e Segurança Pública!).


Ora, é só ‘bobagem’

Além das reuniões na pasta de Dino, a “dama do tráfico” teve despesas bancadas pelo Ministério de Direitos Humanos para seu rolê em Brasília.


Novo programa

Revelado que o governo Lula torrou R$ 6 mil pelo tour em Brasília da “dama do tráfico”, o deputado federal Nikolas Ferreira (PL-MG) sugeriu um novo “programa social”: “Meu crime, minha vida”.


Freio com ABS

Ao defender sua PEC que estabelece mandato para ministros do STF, o senador Plínio Valério (PSDB-AM) avalia que sua proposta é um freio no STF. “E se isso não é um freio, pelo menos é o começo de um freio”.


Resultado previsível

Deltan Dallagnol registrou nas redes sociais a denúncia do partido Novo à Comissão de Ética da Presidência dos assessores de Flávio Dino que “ocultaram das agendas os encontros com a dama do tráfico”.


Não, mas sim

Líder do governo na Câmara, o deputado José Guimarães (PT-CE) tem insistido que “não há pedido de filiação” algum do senador e conterrâneo Cid Gomes, de saída do PDT. Mas “quando houver, será analisado”.


Carimbo vermelho

A “omissão e silêncio cúmplice” do governo Lula (PT) sobre os planos do ditador Nicolás Maduro de anexar uma parte da Guiana, país aliado do Brasil, é “padrão PT”, classificou o senador Rogério Marinho (PL-RN).


Toffoli, 56

Amigos se reúnem neste domingo em São Paulo para festejar o aniversário do ministro Dias Toffoli, do STF, ocorrido no dia 15. O local será o mesmo do ano passado, um bar charmoso no centro da capital.


Ajuste de mercado

O corretor de imóveis Pablo Farias explicou em seu influente canal no Youtube, dedicado a brasileiros, que os imóveis na Florida devem sofrer ajuste, até para baixo, após a alta provocada pela invasão de americanos fugindo de estados governados pelo Democratas, de Joe Biden.


Além da dança

Segundo pesquisa do Pew Research Center, nos EUA mais de 32% dos adultos abaixo dos 30 anos consomem notícias regularmente pelo “aplicativo de dancinhas” TikTok. Na população geral, a média é de 14%.


Pensando bem...

...‘verificadores’ não frequentam perfis do governo nas redes para não ter muito trabalho.

Mais matérias
desta edição