app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 0
Cláudio Humberto

Confira os destaques da política nacional #CH19122023

.

Por Claudio Humberto | Edição do dia 19/12/2023 - Matéria atualizada em 19/12/2023 às 04h00

 

Foto: DIVULGAÇÃO
PODER SEM PUDOR: GAZETEIROS HISTÓRICOS

Não é de hoje a falta de disposição dos deputados para o trabalho. Campos Salles, que presidiu o Brasil entre 1898 e 1902, enviou uma carta ao então presidente da Câmara, deputado Xavier da Silveira, em que solicita sua “intervenção” para “obter o comparecimento dos deputados na sessão da Câmara”. Campos Salles se queixa em sua carta de 8 de abril de 1901 que “até hoje não temos um Orçamento sequer votado pela Câmara”. E adverte: “Nada pode ser mais grave do que isto”. Vai mais além: “É preciso não só que (os deputados) compareçam, mas que permaneçam durante a sessão, pois a praga é: entrar por uma porta e sair pela outra”.

DESAFIO DE GONET SERÁ PRESSÃO DO PT PARA PERSEGUIR

O procurador-geral Paulo Gonet Branco assumiu nessa segunda (18) diante do maior desafio: resistir à pressão dos ativistas do PT, dentro e fora da PGR, para atormentar adversários, como nos primeiros governos Lula. O PT pressionou Lula a não indicar Gonet para o cargo, acionando entidades que “aparelha” para emitir notas de “repúdio” ao procurador, acusando-o de ser “católico conservador”, como se fosse demérito. O plano do PT era indicar um ativista que atuaria como “pau mandado”.

SÓ AOS 45 DO 2º TEMPO

Apesar de procurador admirado, Gonet só foi confirmado após pressão dos ministros Gilmar, Moraes e Zanin, durante jantar privado com Lula.

ARMA DA DESMORALIZAÇÃO

O processo petista de desmoralização de adversários é descrito em livro por Romeu Tuma Jr, ex-secretário nacional de Justiça de Lula 1.

ASSASSINATO DE REPUTAÇÕES

O livro de Tuma Jr é um corajoso depoimento à História: “Assassinato de reputações – Um crime de Estado” (ed. Topbooks, Rio, 2013).

CADÊ O MINISTRO?

A esperada judicialização sobre o marco temporal levou a senadora Tereza Cristina (PP-MS) a se perguntar pelo ministro Paulo Teixeira (Desenvolvimento Agrário), que nada fala sobre assentar pequenos produtores rurais enquanto o governo não sai do protocolo do STF.

MICHELLE NA CBF

A advogada Michelle Ramalho Cardoso é apontada como favorita para a presidência da CBF. Atualmente, ela preside a Federação Paraibana de Futebol, caso único de mulher na liderança de entidade do setor.

GOVERNO CONTRA POBRE

O deputado Mendonça Filho (União-PE) protocolou proposta para suspender a resolução do governo Lula que piora a já sofrida vida do pobre e retira do mercado geladeiras que custam abaixo de R$ 5 mil.

MINHA GELADEIRA...

Sobre a retirada do mercado de geladeiras de baixo custo, o senador Ciro Nogueira (PP-PI) diz que o governo cria o problema para vender solução. Desconfia até de um populista “minha geladeira, minha vida”.

PENSANDO BEM...

...com tantos ministros ignorados, Lula deve mesmo entender de geladeira.

FRACASSO DE PÚBLICO

Protesto da UNE nas proximidades da PGR durante posse de Paulo Gonet conseguiu juntar incríveis 12 manifestantes. A pauta, sem muita adesão mesmo entre alunos, era pela revogação do Novo Ensino Médio.

FASCISMO INTOLERANTE

Acabou em agressão a Conferência Nacional da Juventude, em Brasília. A plateia, dominada por militantes do PV, PcdoB, PT e outras siglas de esquerda, descobriu a presença de jovens do Novo e partiu pra cima.

SEM RESULTADO

Osmar Terra (MDB-RS) criticou a revisão de benefícios fiscais anunciada pelo governador Eduardo Leite (PSDB). “Em cinco anos de governo no RS, não se resolveu a questão de gestão dos recursos públicos”, afirma.

COTA TURBINADA

Avançou em comissões do Senado a prorrogação por mais 25 anos do sistema de cotas para negros em concursos públicos. O projeto vai além, ampliando a reserva de mercado de 20% para 30%.

Mais matérias
desta edição