app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5656
Cláudio Humberto

Confira os destaques da política nacional #CH23122023

.

Por Claudio Humberto | Edição do dia 23/12/2023 - Matéria atualizada em 23/12/2023 às 04h00

 

Foto: DIVULGAÇÃO
PODER SEM PUDOR: REPELENTE DE AMANTES

No governo do general Emílio Médici, o Incra mantinha uma casa em Padre Bernardo, entorno do DF, frequentada por figurões da República, dentre os quais ministros e um ilustre parente do presidente, acompanhados de amigas. Reza a lenda em Brasília que o jovem presidente da autarquia, Walter Costa Porto, que mais tarde se transformaria em grande autoridade em Direito Eleitoral, temia um escândalo e não sabia o que fazer até que bolou um repelente infalível: Synteko. Mandou besuntar o piso de madeira da casa uma vez por semana, religiosamente. O cheiro forte e as emanações lacrimogênicas puserem fim aos encontros galantes dos amigos e do parente do ditador.

OPOSIÇÃO: SÓ 20 DEPUTADOS VOTAM 100% CONTRA LULA

Apenas 20 deputados vão fechar o ano com todos os votos de oposição-raiz, sendo a maioria (18) do PL do ex-presidente Jair Bolsonaro. Julia Zanatta (PL-SC) esteve em 100% das votações que o governo orientou voto. Foi contra Lula em todas. Há registro no Podemos, Maurício Marcon (RS), e até no PSD, que tem três ministérios no governo petista, com Sandro Alex (PR), que se licenciou do cargo para virar secretário de Estado, mas os votos que registrou foram todos contra Lula.

MINISTRO CONTRA LULA

O ministro Carlos Fávaro (Agricultura), do PSD, reassumiu sua cadeira no Senado e ajudou a derrubar veto de Lula à lei do marco temporal.

QUEM É QUEM

Monitoramento da própria oposição classifica como “opositor” aqueles que votaram ao menos 70% das vezes contra a orientação do Planalto.

OPOSIÇÃO SÓ 121

Pela planilha da oposição, a base de oposição ao governo Lula na Câmara tem 121 deputados. Outros 31 são chamados de “centrão”.

DESPREZADOS POR LULA

Estados com maior índice de oposição na Câmara são Santa Catarina e Rondônia, com 68%, onde Lula não pisou em 2023, e Mato Grosso, 69%.

AGREDINDO MULHER

Vicentinho Júnior (PP-TO) reagiu ao ataque de Lindbergh Farias (PT-RJ) à senadora Daniella Ribeiro (PSD-PB), presidente da Comissão Mista de Orçamento (CMO). “Vimos deputado dar tapa no colega. Acham normal porque é do PT. É normal também deputado do PT agredir mulher?”.

AGRESSÃO DÁ CADEIA

Paulo Bilynskyj (PL-SP) registrou notícia-crime contra Quaquá (PT-RJ) por agredir Messias Donato (Republicanos-SP), lembrando à PGR que o código penal prevê detenção e multa no caso de crime de “vias de fato”.

SPYWERE OFICIAL

Circulam nas redes advertência contra o app Celular Seguro, do governo federal, que permitiria bloquear aparelhos roubados. A desconfiança é que contém “spywere” destinado a monitorar celulares e seus dados.

ETERNA VIGILÂNCIA

O deputado Abílio Brunini (PL-MT) elogiou a Polícia Legislativa. Notou que apesar da invasão da claque que Lula levou à promulgação da reforma tributária, “nenhuma carteira ou celular foram roubados”.

DELFIM ADVERTIU

Bem que o ex-ministro e ex-deputado Delfim Netto, do alto da sua sabedoria, advertiu que políticos não poderiam palpitar em reforma tributária. Para ele, essa reforma deveria ser confiada a tributaristas.

SÓ FALTA PAREDÃO A BALA

O PT age como se fosse um “direito” agredir fisicamente um adversário. E quer levar ao paredão, por enquanto retórico, seis deputados que, exercitando suas prerrogativas, chamaram Lula de ladrão.

NOVO RECORDE

Os portos paranaenses de Paranaguá e Antonina quebraram recorde histórico e movimentaram mais de 60 milhões de toneladas em 2023. O resultado supera o movimentado em todo 2022. A soja é o destaque.

PENSANDO BEM...

...o momento mais emocionante da reunião ministerial desta semana foi quando os ministros se levantaram, um a um, e se apresentaram a Lula.

Mais matérias
desta edição