app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5655
Cláudio Humberto

Confira os destaques da política nacional #CH05012024

.

Por Claudio Humberto | Edição do dia 05/01/2024 - Matéria atualizada em 05/01/2024 às 04h00

 

Foto: DIVULGAÇÃO
PODER SEM PUDOR: ZONA EXCELENTE

Disputando o governo do Paraná com Jayme Lerner, em 1994, Álvaro Dias resolveu apresentar algumas propostas que considerava inovadoras, como a criação de certas “zonas de excelência industriais”. Dias chegou em Realeza e, claro, prometeu a plenos pulmões, em discurso, que levaria ao município uma “zona de excelência”. O prefeito o interrompeu, preocupado: “O senhor explique melhor essa história porque vai ter gente achando que “zona de excelência” é bordel com cama redonda e espelho no teto...”.

GABINETES DE DEPUTADOS CUSTARAM R$ 1,2 BILHÃO

Deputados federais conseguiram gastar, em 2023, mais de R$ 1,2 bilhão para sustentar apenas seus gabinetes. Foram mais de R$ 207,4 milhões apenas com a cota de exercício da atividade parlamentar, o “cotão”. Além disso, cada parlamentar recebeu R$ 41 mil por mês de salário (R$ 275 milhões para os 513 deputados), e R$ 118 mil com a “verba de gabinete” (R$ 727 milhões), que paga os salários dos contratados sem concurso.

CONTA ALTA

O “cotão”, que aceita quase qualquer despesa; do pão de queijo a assessoria jurídica. A verba de gabinete paga salário de até R$ 16 mil.

PROPAGANDA MILIONÁRIA

A maior despesa bancada com o cotão foi a “divulgação da atividade parlamentar”: R$ 78 milhões. É a propaganda sobre os mandatos.

CAMPEÕES

O campeão de gastos com o cotão ano passado foi Vinícius Gurgel (PL-AP) com R$ 562 mil, seguido por Silvia Cristina (PL-RO), R$ 546 mil.

PETISTA CARA

No PT, Maria do Rosário (RS) foi a deputada que mais torrou o cotão: R$ 526 mil. Com salários e verba de gabinete, R$ 2,5 milhões no total.

DIPLOMACIA CARA-DE-PAU PASSA PANO SÓ NO HAMAS

O repúdio brasileiro “a todo e qualquer tipo de terrorismo” agora é seletivo, após Lula 3 impor ao Itamaraty a Diplomacia Cara-de-Pau, em que prevalece o oportunismo medroso. Não teve a dignidade de condenar o terrorismo do Hamas em Israel, mesmo com brasileiros entre os 1.300 assassinados covardemente no ataque, mas, rápido como um raio, condenou o terrorismo que matou cem iranianos em Kerman, no Irã.

PRAGMATISMO FEZ ESCOLA

Mesmo no regime militar, a diplomacia inspirou respeito, mantendo intacta a dignidade, afastando a ideologia e priorizando o pragmatismo.

PROFISSIONALISMO

O Brasil da ‘ditadura de direita’ foi o primeiro país a reconhecer regimes esquerdistas de Angola, Moçambique, El Salvador Nicarágua etc.

TRISTE DECADÊNCIA

O decorativo Mauro Vieira, coitado, é só um pau mandado de Celso Amorim, “revolucionário” que serviu com à ditadura denodo comovente.

GOVERNADORES LONGE

O evento “anti-8 de janeiro” promovido por Lula, PT e cia. não contará com a presença de ao menos seis governadores. Tarcísio de Freitas (SP) e Eduardo Leite (RS), de férias, além de Romeu Zema (MG), Ratinho Jr. (PR), Cláudio Castro (RJ), Jorginho Mello (SC), e Ronaldo Caiado (GO).

MATEMÁGICA

As metas das contas do governo federal serão consideradas “cumpridas” se houver déficit (ou superávit) de R$ 28,75 bilhões, igual a 0,25% do PIB. Segundo o Orçamento já sancionado por Lula, isso é “déficit zero”.

FIRME E FORTE

Presidente do PP, o senador Ciro Nogueira (PI) voltou a afirmar o bom relacionamento com o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL): “Minha relação com o Bolsonaro é como se fosse um casamento. Em um casamento você discorda. Mas nunca vai acontecer o divórcio”.

ESTRANHO NEGÓCIO

O vereador paulistano Rubinho Nunes (União) propôs CPI para investigar o que chama de “máfia da miséria” na Cracolândia. “Tem ONG entregando seringa e cachimbo para vagabundo se drogar”. E lucrando.

SEM TIME

O governo Lula conseguiu articular a aprovação de quatro emendas à Constituição ano passado. É o menor número de PECs aprovadas no Congresso desde 2020, quando só três passaram pelos parlamentares.

ALTOS E BAIXOS

O senador Cid Gomes (CE), que deixou o PDT após briga com o irmão Ciro Gomes, tem data marcada para se filiar ao PSB do vice Geraldo Alckmin: dia 4/2. Mas derreteu os planos de federação dos dois partidos.

Mais matérias
desta edição