app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5655
Cláudio Humberto

Confira os destaques da política nacional #CH19012024

.

Por Claudio Humberto | Edição do dia 19/01/2024 - Matéria atualizada em 19/01/2024 às 04h00

 

Foto: DIVULGAÇÃO
PODER SEM PUDOR: HUMOR NA FEIRA

Maurício Fruet era uma figuraça. Sem mandato em 1994, resolveu reformar sua loja, em Curitiba. Vestia roupas velhas e metia a mão na massa. Certo dia, foi caminhando da obra ao escritório. Encontrou um velho amigo, que pareceu chocado com sua roupa surrada. Fruet resolveu pregar uma peça: “A coisa não está boa. Perdi a eleição, estou desempregado, mas vou tocando: vendo laranjas na feira...” Compadecido, o amigo enfiou discretamente em seu bolso uma nota de cem reais. No dia seguinte, às gargalhadas, Fruet o convidou para jantar e pagou a conta usando a mesma nota.

‘PESSOA’ QUE PARIU

A senadora Damares Alves (Rep-DF) ironizou cartilha da Saúde sobre puerpério que usa pessoa que gesta ou pessoa que pariu. “Aparentemente, as palavras mãe e mulher desapareceram do dicionário

SARRUBBO TERÁ DE DEIXAR CARREIRA PARA VIRAR SECRETÁRIO

O chefe do Ministério Público de SP, Mário Sarrubbo, terá de abandonar a carreira de procurador ou se aposentar para assumir a Secretaria Nacional de Segurança Pública, como foi anunciado pelo ministro da Justiça, Ricardo Lewandowski. A advertência é do deputado Mendonça Filho (União-PE), autor de ação popular que em março de 2016 anulou a nomeação do procurador Wellington César Lima e Silva como ministro da Justiça de Dilma Rousseff (PT), em lugar de José Eduardo Cardozo.

CONSTITUIÇÃO PROÍBE

A Constituição proíbe promotores e procuradores assumirem cargos de ministro, secretário ou chefe de missão diplomática, lembra Mendonça.

A REGRA É CLARA

Membro do MP é legalmente proibido de “exercer, ainda que em disponibilidade, qualquer outra função pública, salvo uma de magistério”.

DECISÃO FOI DO STF

Há inclusive decisão do Supremo Tribunal Federal, de 2007, reafirmando a proibição determinada no artigo 128 da Constituição, parágrafo 5º.

MARTA FEZ ‘ESPUMA’, MAS AINDA NÃO SE REFILIOU AO PT

Alardeada nas manchetes como escolhida por Lula para ser a vice em eventual chapa com o deputado de extrema-esquerda Guilherme Boulos (Psol), que ganhou notoriedade invadindo propriedades alheias, a ex-senadora Marta Suplicy ainda não efetivou sua refiliação ao partido. A assessoria do PT informou à coluna que “ainda não recebeu nenhuma confirmação oficial da filiação”. Há resistências no PT para a ex-ministra e ex-prefeita representar o partido na chapa, mas é Lula quem manda.

POLITIQUÊS

Presidente do PT de São Paulo, Laércio Ribeiro afirmou que a filiação de Marta Suplicy ao partido “está em processo de burocratização”.

PREVISTO

Segundo a assessoria do PT em Brasília, a expectativa do partido em São Paulo é que filiação será oficializada “em 2 ou 3 de fevereiro”.

SAÍDA BELIGERANTE

Marta foi filiada por mais de 20 anos, mas deixou o partido de forma conturbada e até votou pelo impeachment de Dilma Rousseff.

PEDAGOGIA DA COAÇÃO

José Medeiros (PL-MT) diz que é emblemática a batida da PF na casa do líder da oposição: “Chamo isso de pedagogia da coação”. O deputado lembra que a Venezuela “começou prendendo o líder da oposição”.

CADÊ A VACINA?

“Vão chamar o Lula de genocida?”, quer saber Bia Kicis (PL-DF) que acusa o presidente Lula de fazer corpo mole na distribuição da vacina contra dengue, já testada e aprovada.

BOLSA CRACK

Para o vereador Rubinho Nunes (União-SP), o “Bolsa Moradores de Rua” é esquema para entupir ONGs com dinheiro e “dar vida fácil para cracudo”. Lembrou o “Bolsa Crack” de 2014, obra de Fernando Haddad.

MAIS UMA VEZ

Voltou a ser destaque nas redes sociais a instabilidade do banco Nubank, cujo aplicativo ficou fora do ar durante a tarde desta quinta-feira (18). Chegou à lista de assuntos do momento do ‘X’, ex-Twtiter.

CULPA DA ASSESSORIA?

Após a derrota para Donald Trump em Iowa, o governador da Flórida, Ron DeSantis, pré-candidato a presidente nos EUA, começou a demitir membros da chamada “sala de guerra” da sua campanha.

PENSANDO BEM...

...viajar pelo Brasil ficou para o ano eleitoral.

Mais matérias
desta edição