app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5751
Cláudio Humberto

Confira os destaques da política nacional #CH29062024

.

Por | Edição do dia 29/06/2024 - Matéria atualizada em 29/06/2024 às 04h00

/Empresários da construtora Colil, HUGO DÂMASO, MANUELLE CALHEIROS, GILSON CALHEIROS e MARIA ARLENE, acompanhados da pequena Mariana Calheiros, entregaram na última quinta-feira mais um empreendimento residencial de alto padrão

 

Foto: DIVULGAÇÃO
PODER SEM PUDOR: Profissão da embromação

Na campanha presidencial de 1989, Paulo Maluf esteve em Natal (RN) e foi entrevistado no programa do jornalista Petit das Virgens, na TV. Espaçoso, foi chegando e saudando o entrevistador como a um velho amigo. Pouco mais de um mês depois, Maluf rasgaria a máscara. Ele retornou ao mesmo programa da TV Tropical e lá estava outro jornalista, Miranda Sá, substituto e fisicamente muito diferente do primeiro. Maluf o saudou, efusivo: “Olá, grande Petit das Virgens, aqui estou de volta. Como vai a família?”.

Detento com maconha será apenas advertido, diz STF

Um dos aspectos mais perturbadores da decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), que libera porte de maconha “para consumo próprio”, tem a ver com a origem de tudo isso: o recurso de um bandido flagrado com drogas em presídio de São Paulo. “Para consumo próprio”, claro. Pela decisão, a partir de agora, presidiário flagrado com drogas, em vez de responder pelo crime, apenas “poderá sofrer sanções de advertência e cumprimento de medidas educativas”, segundo informou o STF à coluna.

Limite do ‘delivery’

Outro detalhe intrigante: a fixação do limite de 40g deu ao traficante, no “delivery” da maconha, o limite para não ser incomodado pela polícia.

Decisão impraticável

No dia a dia, será impossível conferir os 40g autorizados de maconha. A menos que todo policial leve uma balança de precisão no bolso.

Liberou gente à frente

As autoridades de segurança já têm uma certeza após a decisão do STF: os policiais logo deixarão de abordar o tal “delivery” do tráfico.

Fumacê no presídio

Os presídios lutam para impedir o ingresso de drogas, mas restava o recurso das revistas nas celas. O temor é que isso caia em desuso.

Viagens do governo sobem R$ 93 milhões em 13 dias

Nas últimas duas semanas, os gastos com viagens no governo Lula (PT) cresceram quase R$ 93 milhões. No dia 14, o Portal da Transparência registrava R$ 423,2 milhões em despesas da administração petista em 2024 com viagens. Já nesta quinta (27), o total já havia catapultado para R$ 515,8 milhões. A maior parte da conta vem do pagamento de R$ 310 milhões em diárias aos funcionários que viajaram este ano. Outros R$ 193,7 milhões custearam as 191 mil passagens, quase todas aéreas.

E não é salário

Em menos de duas semanas, diárias pagas a funcionários, terceirizados, convidados etc. custaram R$ 53,4 milhões aos pagadores de impostos.

Ritmo de festa

No total, foram tomados mais de R$ 7 milhões dos cofres públicos por dia, nas últimas duas semanas.

Nunca antes na História

No ano passado, o governo federal bateu o recorde de todos os tempos com despesas com viagens: R$ 2,3 bilhões.

Sinuca de bico

Os democratas terão dificuldades de demonstrar aos americanos que seu candidato Joe Biden, claramente fora da casinha, não serve para disputar a reeleição, mas sim para continuar no cargo até o final.

Futuro sombrio

Profissional respeitado no mercado, Márcio Appel avaliou a economia no governo Lula para o podcast Stock Pickers, do Infomoney, e prega aviso: o Brasil está a caminho de virar uma Turquia. E que o pior está por vir.

Mentiras de amor

Habituadas a carimbar de “fake news” fatos negativos sobre o governo Lula, agências verificadoras ignoram notícias falsas a serviço do Planalto, como a mentira sobre “convite” a Roberto Campos Neto (Banco Central) para ser “ministro da Fazenda” de Tarcísio Gomes de Freitas.

Carne de pescoço

Sem ver a prometida picanha no “churrasco com cervejinha”, o deputado Daniel Freitas (PL-SC) ironizou fala de Lula sobre o brasileiro comer miúdos de frango. “A picanha virou pescoço de frango muito rápido”.

Análise de um monstro

Jornalista muito bem informado, Marcelo Tognozzi irá autografar seu livro “Ninguém segura este monstro – Manipular, Mentir & Polarizar” (Ed. Ex-Libris), a partir das 18h, na Livraria da Vila em Pinheiros, São Paulo.

Pujança amazônica

O Amazonas celebra crescimento real de 1,9% no PIB no primeiro trimestre de 2024. Os destaques que alavancaram o bom resultado são os setores industrial (7,2%), serviços (5,9%) e agropecuária (2,5%).

 

Empresários da construtora Colil, HUGO DÂMASO, MANUELLE CALHEIROS, GILSON CALHEIROS e MARIA ARLENE, acompanhados da pequena Mariana Calheiros, entregaram na última quinta-feira mais um empreendimento residencial de alto padrão
Empresários da construtora Colil, HUGO DÂMASO, MANUELLE CALHEIROS, GILSON CALHEIROS e MARIA ARLENE, acompanhados da pequena Mariana Calheiros, entregaram na última quinta-feira mais um empreendimento residencial de alto padrão - Foto: DIVULGAÇÃO
 


Mais matérias
desta edição