app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5718
Coluna Religião Recém-chegado do Recife, pastor Miguel vai coordenar três Congregações da IB Betel em Atalaia (duas) e em Capela

PASTOR MOSTRA O CAMINHO PARA UMA VIDA ABUNDANTE

O Salmo 23, um dos textos mais lidos da Bíblia, descreve Deus como um pastor amoroso que supre todas as necessidades de suas ovelhas

Por Raimundo Gomes/Especial para a Gazeta | Edição do dia 12/11/2022 - Matéria atualizada em 12/11/2022 às 04h00

Em uma das muitas histórias que contou, Jesus alertou para o perigo que o ladrão representa à humanidade. Disse que ele “vem somente para roubar, matar e destruir”. No mesmo versículo bíblico, o filho do Deus Altíssimo apresenta-se como O que veio para que todos tenham vida; “e a tenham em abundância” (João 10:10).

Mas em que consiste uma vida em abundância? Para muitos, seria um homem ou uma mulher farto/a de bens materiais, dinheiro, status ou posição social. Para o pastor batista Miguel Luiz, porém, o significado da abundância nessa história aponta para a plenitude de uma vida de alegria e de força para a mente, o corpo e a alma.

“Em primeiro lugar, para termos vida abundante é preciso depositar nossa fé no filho de Deus, reconhecendo Jesus Cristo como Senhor e Salvador de nossas vidas”, pondera o pastor. Segundo ele, a maior expressão do amor de Deus para a humanidade, “levando Seu filho a entregar a vida por nós”, encontra-se em João 3:16.

Outra passagem bíblica que expressa muito bem o significado de vida abundante, de acordo com o pastor, é o Salmo 23, um dos textos mais lidos do Livro Sagrado e que começa dizendo: “O Senhor é o meu pastor; nada me faltará”. “Neste Salmo, Davi descreve Deus suprindo nossas necessidades e diz que nada nos faltará”, enfatizou o pastor Miguel.

PROTEÇÃO E PAZ

Na visão do salmista, a presença do Senhor, ainda na avaliação do pastor Miguel, é suficiente na vida de toda a humanidade. “Dele vêm a provisão, a proteção e a paz que excede todo o entendimento e nos leva a desfrutar da verdadeira felicidade, que chamamos de vida plena, vida abundante ou vida eterna”, prosseguiu.

Diante de tudo o que está exposto na Palavra de Deus, em especial nos versículos já indicados e, também, na leitura do Salmo 1 e de I Timóteo 6.6-11 e 17, o pastor afirma que só há vida abundante naquele que põe sua fé em Jesus Cristo. “Ele (Jesus) é o nosso tesouro permanente, é tudo que precisamos para uma vida abundante”, concluiu Miguel Luiz.

Mais matérias
desta edição