app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5756
Coluna Religião Vigário geral da Arquidiocese de Maceió, monsenhor José Augusto celebrou 50 anos de ordenação sacerdotal

VIGÁRIO GERAL CELEBRA 50 ANOS DE ORDENAÇÃO

Monsenhor José Augusto, vigário geral da Arquidiocese de Maceió, comemorou a data dando graças a Deus numa Celebração Eucarística

Por Amélia Sandes/Pascom Arquidiocese | Edição do dia 04/02/2023 - Matéria atualizada em 04/02/2023 às 04h00

Monsenhor José Augusto Silva Melo, vigário geral da Arquidiocese de Maceió, celebrou 50 anos de ministério sacerdotal dando graças a Deus numa Celebração Eucarística campal, na quarta-feira (25), na rua ao lado a Igreja Matriz Santa Terezinha do Menino Jesus, no Conjunto José Tenório, onde o sacerdote é pároco.

O evento também contou com a participação de Dom Genival Saraiva, bispo emérito de Palmares-PE e vigário geral da Arquidiocese de Maceió, clero, familiares, religiosos e religiosas, conterrâneos e paroquianos das diversas Paróquias por onde serviu.

Paroquianos de cidades como Major Izidoro, Delmiro Gouveia, Olho d’Água do Casado, Palmeira dos Índios, Santana do Ipanema e de sua terra natal, Olho d’Água das Flores, marcaram presença em caravanas.

Dom Genival Saraiva representou o arcebispo de Maceió, Dom Antônio Muniz Fernandes, que não compareceu ao evento por estar se recuperando de problema de saúde.

Um grande número de sacerdotes, diáconos e seminaristas entraram em procissão acompanhando o monsenhor José Augusto, vestido como há 50 anos, com o símbolo da Cruz de Cristo sobre o peito na mesma casula que o vestiu no dia 25 de janeiro de 1973.

"É o sacerdócio de Jesus Cristo aquilo que a gente vai louvar e agradecer", anunciou o padre aniversariante. "Muito obrigado ao Deus de eterna bondade que faz de nós instrumentos da graça d'Ele. Foi Deus que me sustentou nestes 50 anos. Não posso realizar essa ação de graças sozinho", acrescentou.

Dona Alice Monteiro Acioli, uma senhora de 90 anos, acompanhou seu pároco nos agradecimentos a Deus. "Conheço o padre José Augusto desde que ele chegou aqui e entrou sorrindo nesta igreja", lembrou.

Foi o monsenhor que celebrou o último aniversário de dona Alice e assistiu, como sacerdote, ao casamento do neto dela. "Ele tem sido muito atencioso comigo, é muito comunicativo, fala com todas as pessoas. Que continue sendo o mesmo por um tempão", desejou dona Alice.

O padre Petrúcio é amigo de vida e de sacerdócio do aniversariante. Ele reforça a fala de dona Alice.

"A comunidade celebra a festa de um anjo. De um santo. Padre José Augusto tem uma virtude raríssima que é a fineza e o trato com as pessoas. Ele se alegra com as festas e sofre com aqueles que sofrem. O trabalho dele é ensinar o caminho do Céu a todos vocês. Esse é o coração do sacerdote", destacou.

A professora Cristiane Oliveira é uma ex-paroquiana do religioso católico. Ela veio de Olho d’Água do Casado especialmente para a festa do jubileu de ouro e também elogiou a celebração. "Graças a Deus por eu ter vindo. Foi uma celebração perfeita e abençoada por Deus", comemorou Cristiane.

Mais matérias
desta edição